Rondônia, 24 de Julho de 2016.

NOTÍCIAS

08/02/2016 21:48

Campo Novo

Vale do Jamari: Fazendeiro é morto em emboscada na porteira de sua propriedade

O fazendeiro Hiram Alves de Cristo, de 42 anos, foi morto a tiros no final da manhã desta segunda-feira (08), o crime ocorreu na porteira da Fazenda Esperança, de sua propriedade, localizada no distrito de Três Coqueiros, município de Campo Novo de Rondônia. De acordo com informações da PM, a vítima chegava na porteira com uma caminhonete e no banco do passageiro estava um funcionário, ambos foram rendidos por três encapuzados com roupas camufladas e armados que perguntaram se algum dos ocupantes do veículo se chamava Hiram, ambos responderam que não, então os criminosos passaram a revirar a caminhonete e encontraram um documento de identificação com o nome de Hiram, no mesmo instante deram uma coronhada na cabeça do funcionário e ordenaram que ele saísse do local, em seguida executaram Hiram. O local do crime não foi preservado para perícia e o corpo removido por familiares até o IML em Ariquemes. A polícia militar esteve na propriedade e encontrou cápsulas de calibre 9mm e .38.

Clique e leia: Assassinos do fazendeiro Hiram ficaram abrigados num tapiri a espera da vítima

De acordo com informações apuradas pelo Rondoniavip, Hiram era proprietário de outra fazenda comprada a pouco tempo na região da Gleba Rio Alto, a respectiva propriedade fica localizada ao lado da Fazenda Fluminense, no município de Monte Negro, área de invasões violentas. A polícia não descarta a hipótese do crime estar ligado a interesses de grupos invasores. A vítima também possuia propriedades no município de Ji-Paraná.

Nos últimos quatro anos o Estado pouco fez para controlar a onda de invasões de terras na região do Vale do Jamari, em especial nos municípios de Monte Negro, Buritis, Campo Novo e Alto Paraíso, a situação na região é muito delicada, as invasões tem causado aumento da criminalidade também nas cidades.

Leia também:

*´Falsos sem-terras agem como terroristas`, diz comandante-geral da PM em reunião

*Terror e destruição: Bando armado invade fazenda da família Miotto em Monte Negro

*Terror e destruição: Bando volta atacar Fazenda Fluminense em Monte Negro

*Incra confirma que mortes na região do Vale do Jamari ocorre por disputas internas, entre invasores

*Presos na ´Operação Paz na Terra` não trabalhavam no campo e faturavam com invasões

*Polícia confirma compra e venda de terras por falsos sem-terras no Vale do Jamari

*Invasões ilegais de terras destroem natureza e provocam crimes no Vale do Jamari; Veja fotos

*Invasões estão fomentando a criminalidade no campo e nas cidades do Vale do Jamari

*Terror no Vale do Jamari: invasores promovem destruição e morte na fazenda Padre Cícero

*Violência no Vale do Jamari continua e não é nenhuma novidade

*Após investigação da PC, líderes sem-terra no Vale do Jamari são autuados por crime ambiental


Fonte:RONDONIAVIP




Comentários

O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Clique aqui e deixe seu comentário direto na página

Senhor Governador Confúcio Moura, pede arrêgo, apéle ao Governo Federal, (INCRA) este sim é o culpado de todo esse terrorismo no Vale do Jamari.

Postado em: 09/02/2016 00:38 h
Por: Estevão
Local: Porto Velho


Notícias relacionadas

Violência

Policial

24/07/2016 11:34

Monte Negro

violência

Policial

23/07/2016 11:28

Ariquemes