Rondônia, 06 de dezembro de 2019

NOTÍCIAS

28/11/2019 15:29

Brasil

Xuxa revela ter sido abusada por professor e parentes na infância

Foto: Reprodução/Instagram (@xuxameneghel)

Xuxa revela ter sido abusada por professor e parentes na infância

Aos 56 anos, a apresentadora Xuxa Meneghel resolveu desabafar sobre casos de abuso do qual foi vítima na infância para alertar outras pessoas. Em sua coluna na revista Vogue, a artista contou que esses foram os momentos mais difíceis de toda a sua vida. Ela tinha apenas 4 anos quando foi tocada pela primeira vez.

Segundo a eterna Rainha dos Baixinhos, os abusos deixaram traumas. “Passei por várias situações que me fizeram ter mania de limpeza. Tomo de 3 a 4 banhos por dia, tenho vontade de estar com crianças pois elas não me fariam nenhum mal - isso é coisa de adulto. Hoje, quero emprestar minha voz em campanhas para crianças que não falam, não gritam e choram sozinhas", escreveu Xuxa.

O primeiro caso, segundo a loira, aconteceu em casa. Sua mãe costumava colocar um edredom no chão depois do almoço para os filhos tirarem um cochilo. Ela era quem dormia mais profundamente porque é intolerante ao álcool e tomava um estimulante de apetite que tinha uma pequena dose.

Foi enquanto todos dormiam que ocorreu o abuso. A apresentadora chegou a perguntar se seus irmãos passaram por algo parecido, mas todos afirmaram que nunca foram violentados.

“Por que fui a escolhida? Não sei, mas me lembro de um cheiro de álcool de alguém, uma barba que machucou o meu rosto e algo que foi colocado na minha boca. Acordei dizendo que alguém tinha feito xixi na minha boca e os meus irmãos disseram que eu tinha sonhado”, recordou.

Primo de segundo grau

Outro caso citado por ela no texto ocorreu entre seus 5 ou 6 anos de idade. “Me lembro que andávamos de Kombi. Eu tinha 5 ou 6 anos e os mais velhos eram pré-adolescentes, primos de segundo grau e amigos muito próximos da família. Sentia tocarem em mim, colocavam o dedo, doía, não sabia distinguir o que sentia, por isso não chorava e nem reclamava com ninguém", revelou Xuxa.

"Essa mesma pessoa vinha ao Rio quando eu já tinha entre 9 e 10 anos, e, quando a família dormia, colocava seus dedos por debaixo dos lençóis e me tocava. Nesse tempo, esse parente distante já era um adolescente e sempre que podia me tocava. Por que eu não gritava, não chorava? Não sei!”, lamentou a apresentadora da Record.

O professor

Xuxa também guarda na memória a vez que foi abusada por um professor de matemática. Na época, a apresentadora tinha 11 anos. Antes de ver o homem se masturbando, ela lembra de ouvir que sua vontade era “colocar nas coxas” dela. Quando todos saíram para o recreio, o professor pediu para Xuxa escrever uma frase no quadro. Ele prometeu que isso ajudaria em suas notas finais, mas o que ele queria mesmo era “admirar” seu corpo.

"Escrevi o que ele queria no quadro e vi que ele se tocava embaixo da mesa, usava uma calça quadriculada e se mexia muito, não entendia muito bem o que ele tava fazendo... foi aí que o ouvi gemer e depois se limpar. Eu perguntei o que tinha acontecido, se aquilo era colocar nas coxas. Ele riu e disse que não, mas que faria isso em mim, que não iria me machucar e que se eu falasse pra alguém sobre o que eu tinha visto ou o que ele havia falado, 'ninguém iria acreditar, pois entre a palavra de um aluno e de um professor, o professor sempre ganha'“, revelou.

O namorado da avó

Depois de contar tudo para sua irmã, Xuxa mudou de escola, mas não deixou de ser percebida. Mais tarde, a apresentadora também foi assediada por Ubirajara, namorado de sua avó. Os abusos aconteciam quando a senhora estava cozinhando e deixava os dois na sala para assistir TV.

"Às vezes ele tomava banho e deixava a porta aberta. O barulho que minha vó fazia enquanto cozinhava ou costurava o deixava livre para vir até a porta se tocar me olhando. Eu não entendia por que ele fazia isso e nunca perguntei nada. Então, ele começou a tocar meus futuros peitos - sim, ainda não tinha nada a não ser um mamilo um pouco maior. Uma vez vendo TV, ele acariciou meu cabelo, o cheirou e logo depois desceu a mão para os meus (quase) seios e os apertou. Doeu e eu o fiz parar, e ele disse que era só um carinho”, contou Xuxa.

O melhor amigo do pai

Como se não bastasse, o melhor amigo do pai de Xuxa também se aproveitou da relação para tocar a jovem. O abuso ocorreu pela primeira vez quando ela tinha 11 anos e se repetiu dois anos depois quando todos estavam dormindo.

"No alto verão, dormíamos na varanda de tanto calor e minha mãe colocava o famoso edredom e fazia uma cama enorme. Lá dormíamos eu, meus irmãos, amigos dos meus irmãos e às vezes um casal amigo dos meus pais. O homem, que se chamava Álvaro, era sem dúvida o melhor amigo do meu pai. Ele dormia no meio de todos para fazer companhia e cuidar das crianças, mas eu acordava com sua mão me tocando”, contou a artista.

O segundo caso foi na residência de Álvaro. Tudo começou quando o homem pediu um “abraço de padrinho”. “Ele me encurralou na parede de pedras da varanda e colocou suas mãos por debaixo da minha camiseta. Eu estava de biquíni e camisetão. Ele tentou beijar minha boca. Me lembro que chovia e eu saí correndo pela rua até chegar na praia. Chorava muito, peguei um punhado de areia e passava no meu corpo para limpar toda sujeira que estava impregnada há anos”, desabafou.


Fonte:YAHOO





Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...