Publicidade
Publicidade

27/04/2022 21:01h - Porto Velho - Cultura

Arraial sai este ano, mas ainda depende de patrocínio, segundo ex-secretário da Sejucel

Arraial Flor do Maracujá, depende apenas da confirmação de patrocínio para ser realizado 2022 - Foto: Divulgação

O mais importante evento rondoniense da área cultural, o Arraial Flor do Maracujá, depende apenas da confirmação de patrocínio para ser realizado novamente neste ano, depois da interrupção de 2020 e 2021. Caso surjam patrocinadores, já que o Governo alega que não têm como bancar, legalmente, todos os custos do evento, a 39ª edição deve ser realizada entre meados de julho ou agosto deste ano, segundo o que começou a ser debatido entre a Federação das Quadrilhas e Boi-Bumbás e o governo do Estado, através da Sejucel, a secretaria responsável pela grande festa. O local, contudo, já está definido. Será, novamente, no Parque dos Tanques, onde a festa já acontecia há algum tempo. Serão pelo menos 40 grupos de quadrilhas e bois, tanto adultos quanto infantis, definidos para participarem da 39ª edição do Arraial, interrompida por dois anos pela terrível pandemia de Coronavírus que enfrentamos. O ex-secretário da Sejucel, Jobson Bandeira, comentou com este Blog que há um grande interesse pela realização do evento, mas ainda há pendências que devem ser acertadas, antes do anúncio oficial do Arraial deste ano. A questão do patrocínio é a principal dificuldade, até agora. Já o presidente da Associação que reúne os grupos folclóricos, Fernando Rocha, garante que está tudo certo para o evento. Agora é torcer e aguardar que os impasses sejam transpostos.
Publicidade

Fonte: Sérgio Pires

Publicidade

Notícias relacionadas

Publicidade