Rondônia, 13 de outubro de 2019

NOTÍCIAS

03/06/2019 09:13

Cabixi

Começa o Cineamazonia Itinerante no interior de Rondônia

Começa o Cineamazonia Itinerante.

Começa o Cineamazonia Itinerante no interior de Rondônia

As cidades de Cabixi e Pimenteiras do Oeste, na região sul do Estado de Rondônia, receberam neste final de semana a expedição do Cineamazônia Itinerante 16ª Edição. Cabixi, no sábado, 01, e Pimenteiras, no domingo, 02 de junho, são as primeiras de uma longa jornada levando cinema e debate sócio ambiental.

Em Cabixi as exibições dos curtas metragens foram realizadas na Praça Municipal da cidade e em Pimenteiras do Oeste na Praça dos Quilombolas, ambas atraindo um grande público e se tornando a atração principal.

Na abertura, a produtora executiva do Cineamazônia, a cineasta Fernanda Kopanakis, ressaltou que a 16ª Edição parte de Cabixi para navegar pelo Rio Guaporé levando cinema e arte para comunidades isoladas da Amazônia “porque temos a certeza de que a cultura é capaz de mudar a vida das pessoas, e que somente pela arte é possível transformar o mundo e lutar pela preservação da floresta e dos povos que nela vivem e dependem”.

Cabixi, Rondônia – Com quase 7 mil habitantes, a cidade está distante 815 quilômetros da capital Porto Velho. Cabixi teve origem do distrito de Cabixio, desmembrado do município de Colorado do Oeste em 1988 pela importância social e econômica alcançada. Sua base demográfica integra os vales dos rios Cabixi e Guaporé. Seus primeiros habitantes, os índios Cabixi, do povo Nambiquara, foram ali encontrados pelos bandeirantes paulistas no século XVII e pela Comissão Rondon em 1909. O topônimo Cabixi é em homenagem aos primeiros habitantes, dos quais o rio emprestou o nome.

Cabixi é uma palavra do tupi-guarani que significa: ca ( casca ) + pixi ( coçar ). Designa um nome genérico de animais espongilídeos, fluviais, com os quais os índios preparam o barro de cerâmica no fabrico de louça lisa.

Pimenteiras do Oeste – A localidade de Pimenteiras foi elevada à categoria de distrito do Município de Cerejeiras no dia 10 de agosto de 1983 e em 27 de dezembro de 1995 o distrito obteve sua emancipação com o nome de Pimenteiras do Oeste. Sua população estimada é de 2.322 habitantes e está distante 852 Km de Porto Velho.

O processo de ocupação do espaço natural onde hoje se localiza o Município de Pimenteiras do Oeste, originou-se da fuga dos escravos procedentes de Vila Bela da Santíssima Trindade no Estado de Mato Grosso. Os escravos fugindo, dirigiam-se para o Norte, seguindo o curso do Rio Guaporé.

Programação

Com uma extensa programação que se estende de 01 a 20 de junho, o Cineamazônia Itinerante 16ª Edição percorre, após Cabixi e Pimenteiras do Oeste, várias outras cidades e localidades ao longo do Rio Guaporé, localizado na divisa com a Bolívia: Quilombo Pedras Negras (12/06), Quilombo Santo Antônio (14/06), Costa Marques (15/06), Forte Príncipe da Beira (17/06) e Surpresa (20/06).

Para a 16ª Edição estão programadas as exibições de dez filmes, assim selecionados: Ficção: “Balanceia”, de Thiago Oliveira e Juraci Júnior, de Rondônia; “A piscina de Caíque” de Raphael Gustavo da Silva, de Goiás; “Crisálida”, de Serginho Melo de Santa Catarina e “Opala azul Negão”, de Renné Brasil de Sá, de São Paulo.

Entre as animações da 16ª Edição do Cinemazonia Itinerante estão as cariocas “Miudinho”, de Eliane Gordeff e Cláudio Roberto, “O fim da fila”, de William Côgo e “Sviaz”, de Diego Akel, Leo Ribeiro, Felipe Thiroux, Adriane Puresa, David Mussel, Anna Thereza Menezes, Alexandre Bersot, Jackson Abacatu e Ronaldo Oliveira. Fecham as animações os goianos, “O violeiro fantasma”, de Wesley Rodrigues e “O bagre de bolas”, de Luiz Botosso e Thiago Veiga. Encerrando as exibições será apresentado o documentário “Xavante, Memória, Cultura e Resistência” de Gilson Costa, de Mato Grosso.

O Cineamazônia

O Cineamazônia – Festival de Cinema Ambiental surgiu há 16 anos na Amazônia Brasileira, com o objetivo de realizar a junção entre a sétima arte e o meio ambiente, divulgando e promovendo a mensagem pela sustentabilidade, o respeito à natureza e à tradição dos povos que dela dependem. Isso sem esquecer de divulgar, integrar e promover discussões em torno da produção de cinema e vídeos nacionais e internacionais, e a formação de plateia e a consciência sócio ambiental.

Cineamazônia Itinerante - 16a edição – tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cidadania, Secretaria Especial da Cultura, Lei de Incentivo à Cultura.

Apoio Cultural: Prefeitura de Cabixi, Prefeitura de Pimenteiras do Oeste e Prefeitura de Costa Marques


Fonte:Assessoria



Começa o Cineamazonia Itinerante no interior de Rondônia


Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...