Publicidade
Publicidade

26/04/2022 17:03h - Rondônia - Cultura

Indígenas participam de roda de conversa no Judiciário de Rondônia

TJ proporcionou uma mesa redonda com jovens indígenas, abordando sobre direito, cidadania e cultura dos povos indígenas - Foto: Assessoria

Quatro jovens indígenas das etnias Paiter Suruí e Uru Eu Wau Wau foram os protagonistas de uma roda de conversa sobre direito, cidadania e cultura dos povos indígenas. O local escolhido foi a primeira sede do Tribunal de Justiça de Rondônia, prédio atual da Escola da Magistratura (Emeron). A iniciativa é do Comitê da Política de Equidade de Gênero, Raça e Diversidade do Poder Judiciário de Rondônia e do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT-14), que tem como objetivo fomentar discussões e a reflexão da sociedade sobre a importância de ações que promovam a garantia de direitos. Marco temporal, discriminação, acessibilidade e vários outros desafios e dificuldades enfrentadas pelos povos indígenas foram alguns dos assuntos debatidos. O estudante Kuaimbu Juma Uru Eu Wau Wau, falou da importância da roda de conversa: “nos ouviram, fizeram perguntas e tivemos a oportunidade de falar sobre nossos povos, como o meu, Uru Eu Wau Wau, e também abrir os olhares dos não indígenas, para ter uma visão da gente, uma visão que não alimente esses estereótipos que estão na sociedade há muito tempo”. Walela Suruí, acadêmica de Medicina, reforçou a necessidade de mais conversas sobre o assunto. “Espero que haja mais rodas de conversas com indígenas, pois foi muito bom ter a minha voz escutada, falar nossas preocupações e escutar, também, o que tinham para nos dizer”, afirmou a indígena. Participaram, também, os indígenas Beatriz Canoe e Sérgio Suruí, que interagiram com o professor de Antropologia da Unir, Estevão Rafael Fernandes, Raimundinha Pedraça, do TRT-14 (integrante do comitê), e servidores(as) e estagiários(as) do Poder Judiciário de Rondônia. A roda de conversa será disponibilizada no canal do Tribunal de Justiça, no YouTube, dia 26.
Publicidade

Fonte: TJRO

Publicidade

Notícias relacionadas

Publicidade