Rondônia, 21 de outubro de 2021

NOTÍCIAS

28/07/2021 10:07

Tóquio

Drama no judô e esperança de medalha inédita marcam dia

Brasil confirmou favoritismo e avançou no futebol; Andreia Regina Silva se tornou a primeira mulher a apitar jogo masculino de basquete - Foto: Valery Sharifulin\TASS

Drama no judô e esperança de medalha inédita marcam dia

Ficamos mal acostumados depois das conquistas da última noite, mas desta vez o Brasil não subiu ao pódio. Teve drama no judô, esperança no tênis, pionerismo no basquete e favoritismo confirmado no futebol. Vem com a gente que o nosso 'Resumão' conta tudo o que rolou com o Time Brasil em Tóqui.

Na manhã desta quarta-feira, a Seleção Brasileia de futebol derrotou a Arábia Saudita por 3 a 1, no Estádio de Saitama, e avançou às quartas de final nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Mesmo tendo uma atuação de pouco destaque, o time brasileiro venceu com gols de Matheus Cunha e Richarlison, duas vezes, enquanto Al Amir fez o único dos sauditas. O camisa 10 assume a artilharia isolada da competição com cinco gols marcados.

Richarlison se inspira em Ronaldo
Richarlison foi o principal destaque da Seleção Brasileira masculina de futebol na vitória sobre a Arábia Saudita por 3 a 1, nesta quarta-feira. O atacante balançou as redes duas vezes e ajudou a equipe a avançar às quartas de final dos Jogos Olímpicos de Tóquio na liderança do Grupo D. Além disso, assumiu a artilharia da competição, com cinco gols. Segundo ele, a fase goleadora é fruto do trabalho coletivo.

Jardine
O técnico André Jardine destacou a partida da Arábia Saudita após a vitória da Seleção Brasileira contra os sauditas por 3 a 1, em jogo válido pela 3ª rodada da fase de grupos dos Jogos Olímpicos de Tóquio. O treinador também deixou claro que o Brasil não vencerá seus jogos apenas com a "força da camisa" ao longo do torneio.

Brasileira com feito inédito

Feito histórico no basquete masculino dos Jogos Olímpicos: a brasileira Andreia Regina Silva se tornou a primeira mulher a apitar um jogo da modalidade. Foi nesta madrugada, quando os Estados Unidos venceram o Irã por 120 a 66. Até hoje, outras mulheres tinham apitado partidas, mas só no feminino.

Rayssa volta
A skatista Rayssa Leal, que fez história nos Jogos Olímpicos ao vencer a medalha de prata, já retornou ao solo brasileiro. A atleta desembarcou, nesta quarta-feira, no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, durante a conexão para Imperatriz (MA). Em vídeo, a skatista diz que preferiu cancelar sua recepção em sua cidade natal para evitar aglomerações.

Tênis
Nossas meninas seguem fazendo história e vão disputar uma medalha nos Jogos Olímpicos de Tóquio após se classificarem para a semifinal. Luisa Stefani, 23ª do mundo, e Laura Pigossi derrubaram mais uma dupla favorita nesta quarta-feira. As brasileiras superaram as americanas cabeças de chave 4, Bethanie Mattek e Jessica Pegula por 2 sets a 1 com parciais de 1/6 6/3 10/6 na quadra 5 do Ariake Stadium na capital japonesa.

Djokovic elimina Brasil nas duplas mistas

O Brasil foi derrotado na manhã desta quarta-feira para a Sérvia na primeira rodada do tênis de duplas mistas dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Luisa Stefani e Marcelo Melo perderam para Stojanovic e Djokovic por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/ 4.

Ana Sátila segue

A eliminação no K1 na última terça-feira não abalou animação e confiança da canoísta Ana Sátila. Ela avançou às semifinais da canoagem slolam C1 feminino em disputa nesta madrugada de quarta-feira. A brasileira fez duas boas descidas - sendo a segunda melhorando o tempo - e se classificou em 4º lugar dentre as 18 que passam de fase. A próxima fase será nesta quinta-feira, com a decisão no mesmo dia.

Pepê avança
Na estreia em sua segunda Olimpíada, Pedro Gonçalves não decepcionou. Fez duas boas descidas também no K1 (caiaque) e assegurou lugar na semifinal. Pepê, como é mais conhecido, ficou em 15º na primeira, com 98s13, após quatro penalidades. Na segunda, melhorou o aproveitamento e anotou 92s91, com duas punições, o 10º melhor desempenho da fase classificatória, entre 24 competidores. O mais veloz foi o alemão Hannes Aigner, com 90s14.

Boxe masculino
Em luta realizada na madrugada desta terça-feira (no horário de Brasília), Keno Machado estreou com uma vitória no boxe masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O brasileiro de 21 anos derrotou o chinês Daxian Chen e garantiu vaga nas quartas de final da categoria meio-pesado (entre 75kg e 81kg).

Iatismo
Atuais campeões olímpicas, Martine Grael e Kahena Kunze perderam terreno na disputa da classe 49er FX da vela nos Jogos de Tóquio. As brasileiras caíram duas posições e fecharam a quarta-feira na quinta colocação geral.

Arco individual
Após vencer o britânico Patrick Huston por 7 a 1 na fase 32 avos de final, Marcus D'Almeida venceu o holandês Sjef Van Der Berg pelo menos placar, avançando às oitavas de final do tiro com arco individual masculino. Esse é o melhor desempenho de um brasileiro na modalidade em toda a história dos Jogos Olímpicos.

Bia Zaneratto à disposição

A Seleção Brasileira feminina teve uma boa notícia em relação à situação de Bia Zaneratto para a sequência dos Jogos Olímpicos. Durante a vitória por 1 a 0 do Brasil sobre a Zâmbia, nesta terça-feira, a jogadora passou por um susto ao sair de campo devido a um choque de cabeça com a atacante Kundananji. Ela assegurou que está tudo bem e deixou claro que poderá estar em campo contra o Canadá, na sexta-feira, pelas quartas de final do futebol feminino da Olimpíada.

Judô
Na madrugada desta quarta-feira, Maria Portela foi derrotada por Madina Taimazova, que representou o Comitê Olímpico Russo, na segunda rodada do judô feminino na categoria de até 70kg nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A brasileira foi eliminada por acumular punições por falta de combatividade. Inconsolável, ela saiu do tatame aos prantos e chorou muito após amargar a injusta derrota na capital japonesa, que também tirou a atleta da disputa individual na competição - ela ainda vai lutar no torneio por equipes.

Ana Patricia e Rebecca perdem
Depois de estrearem com vitória no vôlei de praia feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Ana Patricia e Rebecca sofreram a primeira derrota na noite desta terça-feira (manhã de quarta no Japão). A dupla brasileira foi superada por Graudina e Kravcenoka, da Letônia, por 2 sets a 1 (parciais de 15/21, 21/12 e 12/15).

8º no revezamento 4x200m masculino
O Brasil ficou em oitavo na final do revezamento. Os nadadores Fernando Scheffer, bronze nos 200m livre, Murilo Satin Satori, Breno Correia e Luiz Altamir Melo representaram o Brasil na etapa e concluíram em 7m08s22.

Badminton
Em sua primeira participação em uma edição dos Jogos Olímpicos, Fabiana Silva foi eliminada no individual feminino do badminton. Depois de perder na primeira partida, a brasileira foi derrotada por 2 sets a 0 pela número 14 do ranking mundial, Beiwen Zhang, dos EUA, no grupo H da modalidade, e se despediu nesta terça-feira da competição em Tóquio.

Ygor Coelho eliminado
Nesta terça-feira, Ygor Coelho acabou eliminado do badminton nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O brasileiro foi derrotado pelo japonês Kanta Tsuneyama por 2 sets a 0 (21 a 14 e 21 a 8, respectivamente).

Boxe masculino
A passagem de Rafael Macedo pelos Jogos Olímpicos de Tóquio foi curta. O brasileiro estreou nesta terça-feira na categoria -90kg, contra Islam Bozbayev, do Casaquistão, e foi eliminado ao sofrer um ippon logo no início do confronto.

Leonardo De Deus é 6º
O nadador Leonardo de Deus terminou nesta terça-feira a final dos 200m borboleta nos Jogos Olímpicos de Tóquio na sexta colocação, com o tempo de 1min55s19.


Fonte:Terra





Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...