Publicidade
Publicidade

16/05/2022 13:21h - Porto Velho - Geral

Energisa alerta para risco de acidente provocado pela autorreligação de energia

Equipes são orientadas a cortar todas as ligações irregulares identificadas.

Levantamento realizado pela Energisa aponta que a religação clandestina de energia é hoje uma das principais fraudes identificadas em Rondônia. Preocupada com os aspectos de segurança e em linha com a obrigação regulatória de combater a perda de energia, a empresa orienta as equipes a regularizar o cliente sempre que identificar a prática. Além disso, realiza a cobrança pelo período em que o cliente ficou ligado de forma irregular, o que acaba aumentando o tamanho da dívida. Bernardo Moreira, gerente de serviços comerciais da Energisa, conta que a empresa está realizando uma campanha de conscientização para estimular os clientes a se regularizarem e evitar acidentes com o acesso indevido aos medidores. Ele lembra que a negociação de débitos pode ser solicitada pelos canais de atendimento digitais da concessionária. “A Energisa está sensível ao momento econômico das famílias e oferece condições para negociação dos débitos. Dessa forma, o morador passa a ser um cliente regular e a ligação de energia é feita de forma correta, por profissionais capacitados da distribuidora, para fornecer energia limpa, de qualidade e segura”, declarou. O gerente da Energisa comenta que a autorreligação é realizada pelo próprio morador após o corte por inadimplência e alerta que a prática é uma forma perigosa e irregular de continuar utilizando energia. Segundo anuário estatístico de acidentes de origem elétrica da Abracopel, durante 2021 em Rondônia, nove incêndios foram causados por sobrecarga. “Essa prática é feita por pessoas sem conhecimento técnico, utilizando materiais inferiores, que colocam em risco a vida dos moradores. Quando não há nenhum sistema de proteção, como os instalados pela concessionária, é grande o risco de acontecer choque elétrico e até incêndio”, frisou. O apontamento revela que a maior quantidade de casos está em Porto Velho, Ji-Paraná, Ariquemes, Vilhena e Guajará-Mirim. O contato para negociação de débitos está disponível 24 horas por dia na Agência Digital pelo site www.energisa.com.br, WhatsApp Gisa e aplicativo Energisa On.
Publicidade

Fonte: Ascom/Energisa

Publicidade

Notícias relacionadas

Publicidade