Rondônia, 01 de dezembro de 2021

NOTÍCIAS

21/10/2021 10:46

Cacoal

Governo de Rondônia inicia programação da 6ª edição do Concafé

Nesta sexta-feira, 22, ocorrerá a cerimônia de premiação dos grandes campões do Concafé em 2021.

Governo de Rondônia inicia programação da 6ª edição do Concafé

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agrilcuta (Seagri), realiza a 6ª edição do Concafé nos dias 21 e 22, em Cacoal. O evento é público e gratuito, sendo realizado no Espaço Beira Rio, complexo construído às margens da RO-383, saída da cidade para Rolim de Moura.

O coordenador de Agricultura, Pecuária e Aquicultura da Seagri, Janderson Dalazen, destacou que o evento trará uma programação diferenciada, presencial, respeitando protocolos de segurança, mas, ao mesmo tempo, transmitida através de lives via canais oficias da pasta estadual, tanto no Facebook quanto no YouTube.

Na quinta-feira, 21, a programação será basicamente técnica, contando com seminários, palestras e oficinas direcionadas aos produtores e técnicos do setor cafeeiro, com atração musical a partir das 18h. “Na data inaugural do evento a ideia é levar informações sobre qualidade, sustentabilidade e boas práticas de produção de café”, anotou Dalazen.

Nesta sexta-feira, 22, ocorrerá a cerimônia de premiação dos grandes campões do Concafé em 2021. Paralelamente à programação condecorativa, esta edição terá a exposição de máquinas e implementos do time de patrocinadores do evento; mostras e comercialização de marcas de café artesanais de produtores da Agricultura Familiar de Rondônia e também exibição de produtos agroindústrias e artesanatos diversos. Além disso, a atração musical do dia 22 ocorrerá durante toda a programação do Concafé. “População pode vir ao local prestigiar e conhecer mais, sobre a cultura cafeeira do Estado de Rondônia”, concluiu o coordenador do setor.

EDIÇÕES

Janderson Dalazen argumenta que em 2021, o Concafé chega à sexta edição conservando grande legado de melhorias e visibilidade sobre a qualidade do café de Rondônia, se referindo aos produtos dispostos para a exposição e o grande público que prestigiará.

“Nós estamos evidenciando, abrindo as portas do mercado de Rondônia, mostrando os produtos que temos”, acrescentou. Enfatizando a visibilidade que os produtos de Rondônia, relacionados ao café, ganham, com o evento.

Em 2016, na primeira edição do concurso, 186 produtores de café se inscreveram, mas apenas 3 deles tiveram produção considerada especial, com performance acima dos 80 pontos. Já na edição de 2020, mais de 200 produtores participaram e “mais de cem produtos foram considerados cafés especiais”, revelou Dalazen destacando a evolução nos números, e atribuindo o avanço, ao aumento no número de produtores especiais.

Dalazen segue pontuando as vantagens que o Concafé proporciona para os agricultores rondonienses e em consequência para a economia estadual. “Isso mostra que os produtores de Rondônia estão acreditando na ideia, aprendendo a cultivar com qualidade e se consolidando como lideranças no filão. Os produtores também são premiados, considerados cultivadores dos melhore cafés do Brasil, em concursos internacionais”, finalizou.

Exemplo disso é a produtora Ediana Capich, de Novo Horizonte do Oeste, que em 2020 teve sua produção eleita como o “Melhor Café Robusta” na categoria “Fermentação Induzida”, no concurso da Semana Internacional do Café do “Coffee of The Year 2020”. Em 2020/21, ela obteve o título de terceiro melhor café do Brasil no concurso nacional da Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC).

“Os produtores que se destacam em níveis estadual e nacional são produtores que começaram a desenvolver a qualidade justamente para participar do Concafé”, concluiu.

ENTRE OS MELHORES

O secretário da Seagri, Evandro Padovani, frisou que o Governo do Estado, criou o evento para motivar os produtores; incentivá-los, premiá-los. “E não apenas para desenvolver a produtividade, mas principalmente a qualidade”. Ele conta que em 2021 serão distribuídos mais de R$ 400 mil em prêmios para os campeões. Lembrando que o concurso de qualidade do café robusta é o maior do Brasil tanto em participantes, ou seja, já estamos acima de 230 inscritos; quanto em valores de premiação”, disse Padovani, atribuindo a evolução, nos últimos anos em relação à qualidade do café rondoniense, justamente como resposta positiva do Concafé.

O secretário relembra os primórdios do evento. “O concurso começou tímido, lá atrás, em 2016. Hoje, temos a participação maciça de produtores. E os cafeicultores cada vez mais buscando tecnologias para desenvolver produtividade e principalmente a qualidade de suas culturas”, prosseguiu.

O gestor encerrou alegando que, em 2021, Rondônia também pinçará produtores para levar a premiações nacionais e internacionais a partir do Concafé. “Este ano não será diferente. Rondônia vai participar do concurso nacional, com várias amostras, e estamos torcendo para que seja destaque de novo. Estamos torcendo também para que nossos campeões rondonienses façam bonito, como têm feito nas últimas disputas. O Governo do Estado continua incentivando e já temos planejamento para a 7ª edição do evento”, finalizou.


Fonte:SECOM/RO





Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...