Rondônia, 01 de dezembro de 2021

NOTÍCIAS

22/11/2021 07:01

Estados Unidos

Motorista invade desfile de Natal nos EUA e deixa pelo menos cinco mortos

A polícia local informa que mais de 40 pessoas ficaram feridas no incidente - Foto: Possível veículo envolvido no incidente / Prefeitura de Waukesha.

Motorista invade desfile de Natal nos EUA e deixa pelo menos cinco mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e 40 ficaram feridas depois que um veículo invadiu um desfile de Natal em Wisconsin, no nordeste dos Estados Unidos, informou o Departamento de Polícia de Waukesha na noite deste domingo (21).

As autoridades estão trabalhando com os legistas do condado para confirmar as identidades dos falecidos e notificar os entes queridos destas pessoas, informou o chefe de polícia Thompson.

“Isto é o mais importante, são as famílias deste trágico acontecimento e certificando-se de que estes são informados”, continuou. “Essa é a nossa prioridade neste trágico incidente.”

As autoridades relataram que 11 adultos e 12 menores de idade foram transportados para hospitais da área por ambulâncias depois que um SUV vermelho passou pelo desfile de Waukesha.

Um policial disparou sua arma contra o veículo do suspeito para tentar detê-lo, informou Thompson.

O veículo de um suspeito foi recuperado e uma “pessoa de interesse da polícia” está sob custódia, concluiu o policial. Não há nenhuma ameaça ativa na área e “a cena agora está segura”. Não se sabe neste momento se o incidente foi um ato de terrorismo.

Pessoas foram vistas feridas no solo após o incidente, disse a jornalista Kaylee Staral, que estava no desfile. Cerca de “20 a 30 minutos depois do início desfile, um SUV vermelho veio correndo no meio da rua – houve muitos gritos – e pensamos que podia ser o Papai Noel, mas o carro veio e atingiu muitos pessoas “, disse Staral.

A Casa Branca está monitorando a situação e o presidente Joe Biden foi informado do incidente, de acordo com um funcionário do governo. O escritório do FBI em Wisconsin também está ciente do incidente, de acordo com um porta-voz.

O Distrito Escolar de Waukesha cancelou as aulas nesta segunda-feira (22),informou o distrito escolar, acrescentando que conselheiros estarão disponíveis para “alunos e funcionários que precisam de serviços de apoio”.

Hospitais locais receberam pelo menos 28 pessoas
O Children’s Wisconsin – um hospital pediátrico em Milwaukee – informou que está tratando de 15 pacientes feridos na parada festiva de Waukesha.

“O Children’s Wisconsin se preparou imediatamente para uma onda de pacientes após receber a notificação da polícia sobre o incidente”, disse o hospital em um comunicado. “A partir das 20h, recebemos 15 pacientes, sem relatos de fatalidades em nosso hospital naquele momento”.

O Aurora Medical Center, um outro centro médico da região, disse à CNN que está tratando 13 pacientes: três em estado crítico, quatro em estado grave e seis em condições razoáveis.

“Estamos profundamente tristes com a tragédia sem sentido de hoje e nossos corações estão com a comunidade de Waukesha”, disse o Aurora em comunicado.

O Froedtert Hospital, na capital do estado, confirmou à CNN que também está tratando feridos do incidente de Waukesha, mas não forneceu um número específico.

Entre os atingidos no desfile, estão um padre católico, vários paroquianos e crianças de uma escola católica da cidade, de acordo com Sandra Peterson, diretora de comunicação da arquidiocese de Milwaukee.

O vídeo do desfile publicado na página do Facebook da cidade mostra um SUV vermelho passando rapidamente pelo desfile, seguido por um policial correndo pela cena.

“A violência horrível no Desfile de Natal de Waukesha é de partir o coração”, escreveu a senadora do estado Tammy Baldwin no Twitter. “Por favor, mantenha as vítimas em suas orações esta noite.”

Em sua descrição dos feridos, Staral disse: “Bem na minha frente, no lugar onde eu estava sentada, provavelmente quatro pessoas estavam caídas. Acredito que elas ainda respiravam, mas estavam no chão, sem se mover”, acrescentou ela.

A polícia de Waukesha está aconselhando as pessoas a evitarem o centro da cidade e estabeleceram um centro de reunificação familiar.

“Esta é uma tragédia indescritível, afetando todos nós enquanto trabalhamos para superar dois anos extremamente desafiadores e retomar nossas adoradas tradições de feriados”, disse o executivo do condado de Waukesha, Paul Farrow, em um comunicado.

“Kathy e eu estamos orando por Waukesha esta noite e por todas as crianças, famílias e membros da comunidade afetados por este ato sem sentido”, disse o governador de Wisconsin, Tony Evers , no Twitter. “Sou grato pelas pessoas que agiram rapidamente para ajudar, e estamos em contato com parceiros locais enquanto aguardamos mais informações’.


Fonte:CNN Brasil





Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...