Publicidade
Publicidade

02/05/2022 21:06h - Estados Unidos - Mundo

Presidente dos EUA elogia repórteres na Ucrânia enquanto o jantar de imprensa na Casa Branca é retomado

"Vocês, da imprensa livre, são mais importantes agora do que nunca. Eu realmente acredito isso.", disse Biden. Foto: Patrick Semansky/AP

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, elogiou os jornalistas que cobrem a invasão russa da Ucrânia ao retomar a tradição de Washington de realizar um discurso no jantar da Associação de Correspondentes da Casa Branca na noite de sábado. Após ser cancelado por dois anos devido à pandemia de Covid-19 e boicotado por Donald Trump durante seu mandato na Presidência, o evento voltou em grande estilo, com apresentação do comediante Trevor Noah. Biden abriu seu discurso fazendo piadas sobre seus baixos índices de aprovação, sua idade e a antipatia de Trump pela mídia."Estou muito animado por estar aqui esta noite com o único grupo de americanos que têm um índice de aprovação mais baixo do que eu", disse Biden. Depois, seus comentários tomaram um rumo mais sério, agradecendo aos jornalistas pela coragem em cobrir a Ucrânia e outros países em conflito, antes de fazer um apelo pela unidade nacional."Um veneno está correndo pela nossa democracia... com a desinformação em pura ascensão", disse Biden. "Vocês, da imprensa livre, são mais importantes agora do que nunca. Eu realmente acredito isso." Jornalistas, executivos de mídia, funcionários do governo e celebridades --incluindo Kim Kardashian e o comediante Pete Davidson-- participaram do jantar. O evento teve também apresentações de slides em homenagem às duas primeiras repórteres negras a ingressar na Associação de Correspondentes da Casa Branca e jornalistas que perderam a vida nos últimos meses cobrindo a Ucrânia. Daphne Psaledakis e Moira Warburton e Jarrett Renshaw
Publicidade

Fonte: Reuters

Publicidade

Notícias relacionadas

Publicidade