Rondônia, 19 de setembro de 2020

NOTÍCIAS

13/06/2020 21:25

Ariquemes

Contra ladrão: delegado Camargo recomenda que cidadãos adquiram arma de fogo

Foto: delegado de polícia Rodrigo Camargo. Opinião - Êduard Motta [1]

Contra ladrão: delegado Camargo recomenda que cidadãos adquiram arma de fogo

No último final de semana, o delegado da polícia civil Rodrigo Camargo concedeu entrevista ao programa "Bronca da pesada", exibido através do canal 35 em Ariquemes. Na ocasião, Camargo falou sobre a recente "Operação Capture", realizada pela delegacia de repressão aos crimes contra o patrimônio, na qual é lotado como delegado chefe.

Durante a entrevista Camargo disse que está elaborando uma cartilha com várias dicas de como a população se proteger de crimes violentos, em específico os de roubo, na oportunidade o delegado disse:

"Minha primeira dica; procure a polícia federal faça o registro e adquira uma arma de fogo - essa é a minha dica - , o senhor [sic] tem que ter uma arma de fogo no seu sítio, faça tudo o que for necessário, curso de tiro, registro, procure os órgãos responsáveis, como polícia federal e tenha uma arma na sua casa, essa a minha primeira dica fundamental".

Finalizando Camargo enfatizou, "na minha visão ladrão só tem dois destinos: cadeia ou cemitério, e própria Bíblia fala, o Senhor disse no livro de Êxodo - aquele que for morto roubando, o que matar não será culpado - , então se o próprio Senhor (Deus) diz isso, eu recomendo mais uma vez adquira uma arma de fogo e proteja a sua família. (vídeo abaixo).

Opinião

A linha de raciocínio do delegado vem no encontro do referendo popular realizado em 23 de outubro de 2005, em que 63,94% dos cidadãos brasileiros disseram NÃO ao desarmamento civil, ou seja, um Sim ao direito de defesa.

Como bem diz Bene Barbosa, especialista em segurança e autor do livro - mentiram para mim sobre o desarmamento - "Estado não pode proteger todos, nem negar direito de defesa". Neste sentido, Bene aponta que a recomendação do "não reaja", bem conhecido em algumas entrevistas policiais, motiva os criminosos a terem a imaginação de que é necessário matar a vítima em caso de reação.

Por fim, esta escriba endossa as palavras do agente público em comento, muito bem representando a opinião popular sobre o assunto. Neste sentido, se todos, ou, ao menos a maioria das autoridades policiais expusessem a mesma ideologia (pensamento) que o do delegado Camargo, certamente teríamos foras da lei desencorajados, consequentemente redução do número de ocorrências de crimes, em diversos aspectos.

Assista a fala do delegado Camargo:


Bene Barbosa, vídeo publicado em 14 de setembro de 2015:


Bene Barbosa, vídeo publicado em 10 de março de 2016:


[1] Jornalista, bacharel em direito e english student at UCEDA School in Flórida/USA.


Fonte:Jornal Rondôniavip





Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...