Rondônia, 17 de setembro de 2021

NOTÍCIAS

16/05/2021 11:49

Porto Velho

O TRIBUNAL DAS REDES SOCIAIS !

Foto: divulgação Instagram

O TRIBUNAL DAS REDES SOCIAIS

Artigo por Felipe Corona / Rondoniavip - Nos últimos tempos, as redes sociais ficaram pior que o Coliseu em Roma: pessoas são julgadas sem direito à defesa, de maneira cruel, especialmente sem nem conhecer um pouquinho da a história delas!

O que vi de arautos da moralidade, defensores das medidas sanitárias (nem tanto), do comércio aberto... Resumindo: cidadãos de bem criticando o prefeito de São Paulo na final da Libertadores (sendo que a maioria era torcedor de outros times) por ter ido ao Maracanã com o filho, não estava escrito.

Tive outra visão: quando percebi o Bruno com esse semblante, percebi que a doença maldita já estava avançada.

Eu que perdi minha mãe do mesmo mal, não escrevi nada. Só pensei: espero que desencarne em paz.

Não estou escrevendo isso somente porquê ele partiu. Não sei como ele era como pessoa, mas antes dele ser prefeito de São Paulo pelo PSDB, ele era pai, irmão, marido, filho, primo, tio...

Muitos políticos e pessoas conhecidas também padeceram da mesma doença que destrói e definha as pessoas. Mas nem por isso escrevi que elas tiveram o fim que mereceram. Não, porquê por trás delas existiam avôs, avós, pais, mães, irmãos, irmãs...

Ele tinha apenas 41 anos de idade... Deixa um filho de 15, que teve a oportunidade de sonhar com seu time campeão e por estar vivendo aquele momento com seu pai, o herói da sua vida, o cara que proporcionou aquilo para ele. Para Bruno, foi a última oportunidade de vibrar, torcer, se alegrar com o futebol!

Ele sabia que ia apanhar, mas aguentou tudo como o guerreiro que foi. E justificou da maneira mais simples: não sei quando terei outra oportunidade. E infelizmente não terá!

Quando somos pais ou mães de seres de quatro patas ou de filhos/filhas do coração (adotados, se preferirem), somos capazes de tudo pela felicidade e proteção dos nossos. Com o Bruno não foi diferente. Ele aguentou tudo (com serenidade) para proporcionar aquele momento mágico com o filho. E o filho segurou sua mão até a partida deste mundo triste, repleto de maldade e de pessoas raivosas e nojentas.

Espero que essas pessoas que apontam os dedos e dão sentenças virtuais, tenham um pouco de peso na consciência após bostejar pelos dedos! Que Bruno descanse em paz, o Pai Celestial e os anjos de luz o amparem, além da família encontrar conforto nesse momento de dor e sofrimento!


Fonte:Jornal Rondôniavip





Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...