Publicidade
Publicidade

17/01/2022 14:07h - Brasil - Policial

Pastora de 79 anos é morta com golpes de ferro dentro de igreja

Odete Rosalina da Costa foi atingida várias vezes na cabeça por um jovem de 22 anos durante suposto surto psicótico - Reprodução/Redes Sociais.

Publicidade
Publicidade
Uma pastora de 79 anos foi morta com vários golpes de barra de ferro na cabeça, na última sexta-feira (14), no bairro Residencial Kátia, que fica em Goiânia (GO). Odete Rosalina da Costa foi agredida em frente à igreja evangélica Assembleia de Deus, na qual ministrava cultos. O suspeito de 22 anos, que teria praticado o crime durante um surto psicótico, foi encaminhado para a Central de Flagrantes. De acordo com a Polícia Civil, Odete estava na igreja acompanhada de um fiel após iniciar as orações, por volta das 5h, quando o jovem apareceu gritando pelo nome de José. Ao afirmarem que não havia ninguém com esse nome, o homem invadiu o local e entrou em luta corporal com as vítimas. A pastora ainda tentou se defender com cadeiras de plástico e sair para pedir socorro, mas foi atingida diversas vezes na cabeça ainda na porta da igreja. Ela não resistiu e morreu no local. Ao fugir, o suspeito começou a jogar pedras em alguns ônibus que passavam na rua até ser encontrado em um terreno baldio e preso pela Polícia Militar. Segundo as inestigações, o jovem já tinha se envolvido em uma confusão dentro de casa durante a madrugada. Duas horas antes do crime na igreja, ele acordou e tentou atacar a própria esposa e a enteada dela com uma faca. Mas foi contido pelo tio da esposa. Depois, ele teria saído e desaparecido. A família informou sobre a suspeita do jovem ser usuário de crack. Há ainda informações, segundo a Polícia Civil, de que ele teria sido internado recentemente em uma clínica para tratamento psiquiátrico. A polícia aguarda um laudo para averiguar se o crime ocorreu realmente por conta do surto psicótico ou do uso de drogas. Se condenado, o homem vai responder por homicídio qualificado por motivo fútil e lesão corporal contra os policiais. Comoção Odete Rosalina da Costa foi enterrada sob forte comoção, na manhã do último sábado (15), no Cemitério Jardim das Palmeiras. A pastora era muito conhecida na região e era mãe do cantor gospel Delino Marçal, de 35 anos, ganhador do Grammy Latino Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa de 2019. Por Priscila Mendes
Publicidade

Fonte: R7

Publicidade

Notícias relacionadas