Rondônia, 16 de agosto de 2018

NOTÍCIAS

16/05/2018 15:25

Rolim de Moura

Bolsonaro apresenta pré-candidato ao Governo de Rondônia

Apresentado em vídeo por Bolsonaro, o empresário tem 65 anos é nascido em Paranavaí (PR)

Bolsonaro apresenta pré-candidato ao Governo de Rondônia

Mais um nome entra na disputa ao governo de Rondônia. Indicado e avalizado pelo deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro, o empresário José Atilio Salazar Martins, mais conhecido como Zé Jodan do município de Rolim de Moura.

Apresentado em vídeo por Bolsonaro, o empresário tem 65 anos é nascido em Paranavaí (PR) e já foi candidato a prefeito do seu município em 2016, quando teve pouco mais de 5.000 votos e ficou na terceira colocação.

Um dos fundadores do município de Rolim de Moura, é proprietário das empresas Armazéns Gerais Zona Da Mata Ltda e da Jodan Café, Comércio e Exportação Ltda.

CONFIRA VÍDEO


APRESENTAÇÃO

Não sou, mas serei político. E assumo compromissos com a nossa gente

A sociedade está saturada dos “políticos”. Eles viraram uma categoria rejeitada em todas as classes sociais e todas as faixas etárias. Enormes parcelas da população não querem nem ouvir falar de políticos, sobre políticos. Nesta época de eleições então, as manifestações de repúdio atingem níveis altos com ofensas pessoais de muita gravidade. Não sem razão. Eu compartilho tais sentimentos com todas as pessoas que consideram “político” uma categoria nefasta para as pessoas. E por isso mesmo venho a público lançar minha pré-candidatura a governador do Estado de Rondônia pelo PSL, exatamente para colocar meu nome para mudar a história, para traçar um novo rumo, bem diferente, para toda a nossa gente. Sim, não sou político, mas o serei com “p” maiúsculo e honrarei meu nome e as pessoas que decidirem me escolher para representá-las e por elas trabalhar, diuturnamente.

Sou de Rolim de Moura, o município que é berço das maiores lideranças políticas de Rondônia, infelizmente todas já ou implicadas ou condenadas por crimes realizados em função pública. É um desastre inominável, porque são pessoas que assumiram severos compromissos sob juramento e não cumpriram, e cometeram irregularidades intoleráveis sob quaisquer análises, em especial porque a função pública requer, exige, mais que probidade, ombridade, mais que ética, moral, mais que respeito, submissão ao interesse público. E venho de Rolim de Moura para, exatamente, afirmar que é uma terra de pessoas majoritariamente de bem, do bem, e aqueles que mancharam nossa história são a minoria, não nos representam, ainda que queiram. E alguns deles estão aí, querendo perpetuar-se. Não prosperarão. Daqui por diante Rondônia decidiu que quer fazer diferente. E assim será.

Nosso presidenciável Jair Messias Bolsonaro, com todas as críticas e caricaturas que já lhe foram dedicadas, não conseguiram sequer tocar em sua honradez, em sua determinação em mudar o país, tirar-nos de um atraso de décadas que destruiu nossa base moral, social e econômica de modo profundo. Mas nós vamos reconstruir o Brasil com Bolsonaro Presidente, e ele garantiu total apoio ao nosso projeto para reconstruir Rondônia, que quanto mais cresce mais empobrece, por décadas de políticas de governo que concentraram renda e excluíram quase metade da população. Tínhamos um projeto para Rondônia em 1970, que valorizava o pequeno, o agricultor da lavoura, o homem do comércio, mas isto foi sendo destruído lentamente e é intolerável sob qualquer condição ou análise. A pauperização da nossa gente, o fechamento de empresas e a destruição do pequeno agricultor, não podem continuar. São mais de 500 mil pessoas na extrema miséria e quase 300 mil pobres¹! Não se pode justificar o crescimento econômico como uma equação que exclui nossa gente. Por isso estou aqui e me apresento como pré-candidato a governador do nosso estado. Rondônia de toda gente, nós faremos bem diferente!


Fonte:Rondoniaovivo





Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...