Rondônia, 16 de agosto de 2018

NOTÍCIAS

09/02/2018 23:20

Ariquemes

Ministério Público investiga irregularidades no Hospital Regional de Ariquemes após pedido de interdição

Falta de médicos, equipamentos, medicamentos e outras irregularidades levaram o MPE a investigar unidade de saúde.

Ministério Público investiga irregularidades no Hospital Regional de Ariquemes após pedido de interdição

Nesta semana, o Ministério Público Estadual, por meio do promotor de Justiça Glauco Maldonado Martins, instaurou um inquérito civil público para verificar as supostas irregularidades, físicas e na prestação de serviço, no Hospital Regional de Ariquemes.

A principal investigada será a Secretaria Municipal de Saúde de Ariquemes. Caso sejam confirmados os tais problemas relatados, serão adotadas as medidas pertinentes para regularizar a prestação de serviço e, se for o caso, ajuizar a competente ação civil pública.

A motivação para a instauração do inquérito do MPE foi o pedido de interdição do Hospital Regional de Ariquemes, relatando várias irregularidades, dentre elas na prestação do serviço (falta de médicos, equipamentos, medicamentos, insumos, higienização) e a precariedade na estrutura física.

Outro fato que também chamou a atenção do promotor Glauco foi uma vistoria realizada pelo Cremero que identificou irregularidades na estrutura física, pois não há acessibilidade, equipamentos e medicamentos em quantidade suficiente para atender os usuários do SUS.

EXTRATO DE PORTARIA
Feito nº 2017001010019770
Instauração:05/02/2018
Promotoria: 1ª Promotoria de Justiça de Ariquemes/2ª Titularidade
Promotor: Glauco Maldonado Martins.
Envolvido: Secretaria Municipal de Saúde de Ariquemes
Assunto: Portaria de Instauração de Inquérito Civil Público
Resumo: INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Nº 0095/2018 - Verificar as supostas irregularidades, físicas e na prestação de serviço, no Hospital Regional de Ariquemes, tendo como investigado a Secretaria Municipal de Saúde de Ariquemes e adotar as medidas pertinentes para regular a prestação de serviço e, se for o caso, ajuizar a competente ação civil pública.

Leia também:

* Cidadã denuncia descaso na saúde de Ariquemes e leva “bronca” de diretora de hospital

* Prefeito Thiago Flores não aceita opinião crítica de seu Vice e dá "cortada" nele no Facebook


Fonte:Jornal Rondoniavip





Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...