Publicidade
Publicidade

22/07/2022 06:31h - Porto Velho - Saúde

Sesau suspende visitas e acompanhantes no pronto-socorro João Paulo II

Medida é para evitar a disseminação da Covid dentro da unidade hospitalar.

As visitas e o direito a acompanhante de pacientes estão suspensas temporariamente no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, em Porto Velho, para evitar a disseminação da Covid no local. Além disso, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) informou que a unidade hospitalar vai testar os pacientes antes de serem acomodados no hospital. De acordo com o Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) a nova medida na é testar os pacientes antes de serem acomodados no hospital. Os pacientes que já estão internados e que por ventura apresentarem sintomas gripais serão testados pela equipe de saúde, assim como os servidores. Todos serão atendidos no ambulatório de Saúde do Trabalhador, montado no JP II. Diariamente, cerca de 200 pessoas acessam o pronto-socorro para visitação e acompanhamento dos pacientes. Conforme registros, em um dia de testagens realizado em um pequeno ambulatório montado na recepção da Unidade de Saúde, foram diagnosticados três casos positivos para covid-19, entre os acompanhantes. Segundo a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar – CCIH, a medida que foi adotada no último dia 24 de junho, visa garantir a segurança de pacientes, profissionais de saúde e visitantes. O diretor-geral do João Paulo II, Madson Albuquerque, explica também que será mantida a permanência de acompanhantes para pacientes amparados por lei, como nos casos de idosos, gestantes, menores de 18 anos e pessoas com alguma deficiência, desde que estes acompanhantes não apresentem sintomas gripais. “Para transitar na unidade, todos devem atender às regras de proteção, que são: utilização de máscara em todas as dependências e uso de calçados fechados”, detalha o diretor. Outra regra adotada na unidade de saúde é a não utilização de adornos, como brincos, relógios e anéis. Campanha Além dessas ações, o diretor Madson Albuquerque esclarece que uma campanha de vacinação está sendo programada para imunizar pacientes e servidores que trabalham no Pronto Socorro João Paulo II. A população pode buscar imunização contra a covid-19 em postos de vacinação da prefeitura de suas cidades e em locais estabelecidos pelas secretarias municipais de saúde, específicas para a vacinação.
Publicidade

Fonte: Diário da Amazônia

Publicidade

Notícias relacionadas