Rondônia, 01 de dezembro de 2021

NOTÍCIAS

11/11/2021 07:02

Porto Velho

As verdades que querem nos impor e a realidade sobre o meio ambiente

Opinião de Primeira por Sérgio Pires.

As verdades que querem nos impor e a realidade sobre o meio ambiente

Todos dias nos empurram goela abaixo algumas “verdades”, impostas por governos e organizações internacionais, acerca do vilanismo que praticamos, no nosso país, contra o meio ambiente. É um bombardeio de tal forma que, parece, não há como contestar. Ainda mais quando brasileiros, como a indígena de Rondônia, Txaí Suruí, patrocinada por ONGs internacionais e que vive uma vida muito boa, bem longe da pobreza e da dureza da vida das aldeias, andam mundo afora falando mal do seu país. Txaí, militante esquerdista, é uma das que posta, nas redes sociais, frases contra o presidente Bolsonaro, inclusive o chamando de “genocida”, como o fazem seus companheiros de ideologia, que, defenestrados do poder na eleição de 2018, jamais aceitaram a derrota. A jovem, paramentada com as vestes Suruí, fez sucesso estrondoso na COP 26, dizendo o que queria ouvir a maioria dos participantes de nações que patrocinam ONGs, elas que realmente mandam na Amazônia. Não há argumentos contrários que sejam aceitos por quem já decidiu que temos culpa pelo aquecimento global, tese que eles vendem para o mundo. O problema é que há teimosos que continuam afirmando que o aquecimento global não é real, não é causado pelo homem e, mais que isso, continuam afirmando que a culpa brasileira no efeito estufa é uma balela.

Vamos a alguns números reais e incontestáveis, que os globalistas que querem mandar no nosso país e ditar as regras das nossas leis ambientais, fazem questão de esconder. A emissão de gases existe há mais de 200 anos e piorou a partir da revolução industrial. Os países que, se realmente houver o aquecimento global têm culpa dela, são a China, com 30 por cento das emissões; os Estados Unidos com 15 por cento e os países europeus, com 14 por cento. E o Brasil, neste pacote? Ah, nosso país, que eles culpam pela destruição da tal camada de ozônio, é responsável por apenas 3 por cento das emissões de gases. Essas informações, claro, são escondidas. É como se eles, os grandes, que patrocinam estas teorias malucas de que o Brasil é o pior vilão ambiental, não tivessem culpa alguma sobre o que está acontecendo no Planeta. Mais ainda: pegando a França como exemplo (até porque é o governo francês um dos maiores críticos das coisas do meio ambiente do Brasil), há um dado que resume tudo. Do que existia de florestas na França, na época de Cristo, ou seja, há mais de 2 mil anos atrás, existe hoje apenas 5 por cento. E no Brasil? Da época de Cristo até agora, mantivemos intactos mais de 65 por cento do que éramos há dois milênios. Querem mais? Apenas 8 por cento das terras no nosso país são usadas para a produção de alimentos. As terras indígenas, aqueles que nos acusam de estarmos cometendo genocídio, ocupam mais de 14 por cento do território nacional. Deu pra entender ou se tem que desenhar?

PROJETOS BEM SUCEDIDOS, AMAZÔNIA MAIS 21 E AVANÇOS NA PRESERVAÇÃO: TEMAS DE RO NA COP 26

Por falar em Rondônia, nossos representantes tiveram participação importante e destacada no stand brasileiro da COP 26. A delegação oficial, comandada pelo governador Marcos Rocha e com a importante presença do secretário de Meio Ambiente, Marcílio Leite Lopes, apresentou informações de grande valor sobre o Estado. Entre elas, projetos de preservação bem sucedidos e que estão em andamento, além de reivindicações de investimentos internacionais na nossa Amazônia, para preservá-la e, ao mesmo tempo, proteger a gente que vive nela e dela. Também teve presença das mais elogiadas o presidente da Federação das Indústrias do Estado, a Fiero, empresário Marcelo Thomé e o bem sucedido projeto Amazonia + 21, que foi um sucesso. Ainda entre os rondonienses, há que se registrar a presença destacada do senador Acir Gurgacz, presidente da Comissão de Agricultura do Senado. Gurgcacz. Por exemplo, informou a líderes de diversos países no Acordo do Clima, que a indústria e a agricultura brasileira têm avançado, em ações concretas para o meio ambiente e a sustentabilidade. A presença da delegação rondoniense foi importante para informar os avanços do nosso Estado nas questões ambientais e ajudar a desmistificar as teorias de que o Brasil não está lutando pela preservação da Amazônia.

AVANÇAM AS OBRAS DO PORTO DE GUAJARÁ, QUE PODE SER ENTREGUE BEM ANTES DO PREVISTO

Guajará Mirim é uma cidade linda e problemática. Na fronteira com a Bolívia, tem muitas necessidades e poucos investimentos. Mas, de vez em quando, recebe melhorias importantes. Uma delas é o Porto IP4, de pequeno porte, para passageiros e cargas. O Porto é composto por uma estação de passageiros, estacionamento com pátio de manobras e as rampas de atracação. Está sendo construído por uma das empresas mais respeitadas de Rondônia, a Madecon, contratada pelo Dnit para entregar a obra até agosto de 2022. Contudo, o trabalho está andando com tal rapidez, que poderá ter até seu cronograma de entrega bastante antecipado. Se acontecer como planejado é possível terminar a obra alguns meses antes, já que 60 por cento dela já está concluída. O trabalho iniciou na segunda metade do mês de junho e hoje já está com mais de 60 por cento executado. Embora não tenha as características de um Porto alfandegado, o DNIT já está trabalhando nisso, de ampliá-lo no futuro próximo para alfandegar. O investimento feito supera os 8 milhões de reais.

COMÉRCIO PODE ABRIR ATÉ 4.000 POSTOS DE TRABALHO TEMPORÁRIOS NESTE FIM DE ANO

Há boas notícias em relação aos empregos em Rondônia. Por exemplo? A Fecomércio prevê a criação de nada menos do que 4 mil empregos temporários apenas no comércio, até o final do ano. O empresário Raniery Coelho, presidente da entidade, citou exemplos de grandes empresas e grandes lojas de departamentos que já estão absorvendo a mão de obra tanto na Capital quanto no interior. Para se ter ideia das oportunidades de trabalho no comércio, apenas o supermercado Assay, em sua nova loja da avenida Jorge Teixeira, em Porto Velho, deve contratar entre 300 e 350 pessoas. Há chance de que até 15 por cento, ou seja, cerca de 600 empregos, se tornem definitivos, passadas as festas de final de ano. O comércio, como um todo, está esperando a volta do crescimento acentuado das vendas, nesta época do ano, depois dos graves problemas da pandemia nos últimos dois anos.

GRANDE MAIORIA DAS PESQUISAS FAJUTAS JÁ ENTREGOU A PRESIDÊNCIA A LULA

Pela primeira vez aparece uma pesquisa que não é daquelas loucas que informam, descaradamente, que Lula tem o dobro das intenções de votos sobre Bolsonaro. É inacreditável as mentiras impostas pelos mesmos institutos na eleição de 2018 (quem não lembra de que elas informavam que qualquer dos candidatos ganhariam de Bolsonaro no segundo turno?) continuem sendo usadas, sem qualquer contestação ou cobrança. A grande maioria das pesquisas já divulgadas juram que Lula, um político que hoje sequer pode andar pelas ruas das cidades brasileiras, sem ser vaiado e xingado, vai ganhar fácil a Presidência em 2022. Antes do surgimento de Sérgio Moro como uma terceira via com chances reais, as pesquisas sem credibilidade alguma entregavam a Presidência a Lula, ignorando completamente a popularidade do atual Chefe da Nação, que, aliás, levou milhões de brasileiros às ruas para apoiá-lo, no 7 de Setembro deste ano.

BRASMARKET DIZ QUE BOLSONARO ESTÁ 16 PONTOS À FRENTE DE LULA

A exceção neste clima lulista do “já ganhou” apareceu no início deste novembro. Com 40 anos no mercado, o Instituto paulista Brasmarket, divulgou pesquisa de opinião minuciosa, retratando o que ela considera ser a realidade do momento em todo o Brasil. No principal cenário apresentado pela pesquisa da Brasmarket, a espontânea, Bolsonaro iria facilmente para o segundo turno, com 36,5% dos votos. Lula iria para a disputa final, mas com 20,6 pontos percentuais, ou seja, 16 pontos a menos do que o atual Presidente. Na mesma pesquisa, Ciro Gomes tem 7,5%, vindo em terceiro lugar, seguido por Sérgio Moro, 5,2%; Os dados são da pesquisa espontânea. Na pesquisa estimulada, ou seja, com apresentação de nomes, João Doria é o quinto colocado, com 2,5% dos votos. Também na pesquisa estimulada, Bolsonaro estaria bem à frente. Nos últimos dias, já apareceram pesquisas de outros institutos, colocando Sérgio Moro nos calcanhares de Ciro Gomes, este ainda o terceiro colocado. A partir de agora, pesquisas de opinião vão inundar o mundo da política. Pouquíssimas merecerão alguma confiança!

CASSOL SUPERA MAIS UM OBSTÁCULO NA SUA CORRIDA PARA DISPUTAR O GOVERNO

O ex-governador Ivo Cassol, que luta para conseguir aval da Justiça para voltar a concorrer ao Palácio que ele construiu em seu segundo mandato, obteve importante vitória no STF, nesta semana, com a retirada de mais um obstáculo, na batalha para viabilizar legalmente sua candidatura. O STF considerou mais um processo transitado em julgado, favorecendo Cassol. Ele foi processado pelo procurador do Ministério Público, Reginaldo Trindade. O caso ocorreu há oito anos, em 2013, quando Cassol acusou Trindade de usar o Ministério Público Federal de Rondônia “em benefício próprio”, de maneira corporativista, entre outras coisas. Houve uma série de confrontos entre o então Governador e o representante do MP, desde quando Cassol foi prefeito de Rolim de Moura e Trindade atuava naquela Comarca. Agora, o caso foi considerado prescrito e já não pode prejudicar uma eventual candidatura do político ao governo. Cassol ainda enfrenta problemas na Justiça, mas um a um eles têm sido superados. O homem do chapéu está cada vez mais perto da disputa em 22.

O JORNALISMO MENTIRA E A REALIDADE: PEC DOS PRECATÓRIOS PASSA FÁCIL NA CÂMARA

A oposição e a grande mídia, que lamentavelmente criou o novo “jornalismo mentira”, terão que encontrar outras formas de tentar prejudicar o governo brasileiro, aquele mesmo que foi eleito democraticamente em 2018. Mais uma vez, a tentativa vil de criar um universo paralelo e prejudicar projetos do governo foi por água abaixo, pela realidade que nada tem a ver com a ficção, criada num tipo lamentável de divulgação dos temas mais importantes para o país. Enquanto a minoria da esquerda, que preteriu a proteção aos mais pobres para tentar barrar o projeto da PEC dos Precatórios e a maioria da imprensa bombardeavam contra, ela foi aprovada por apenas quatro votos a mais na primeira votação, mas, na segunda, com 151 votos a mais. Ou seja, o tiro saiu pela culatra. A versão é uma, a realidade é outra. Mal terminou a votação na Câmara, o pau começou para tentar barrar a PEC no Senado. Tudo indica que será mais uma tentativa vã. A PEC vai mesmo ser aprovada e começar a valer. E milhões de brasileiros terão acesso ao auxílio de 400 reais, queiram ou não os que têm como única meta política derrubar o governo, mas, claro, não pelas urnas.

PRESIDENTE NO PL PODE MUDAR OS PLANOS DO PARTIDO TAMBÉM EM RONDÔNIA

Como ficará o PL rondoniense com o ingresso de Jair Bolsonaro e seu grupo político no partido, o que tudo leva a crer que acontecerá? Aliado de primeira hora de Ivo Cassol, de quem foi um secretário da Agricultura muito bem sucedido, o ex-deputado federal Luiz Cláudio poderá enfrentar uma sinuca de bico, em relação à sucessão estadual, caso seu guru político e grande amigo seja mesmo candidato ao Governo. Luiz Cláudio é o presidente regional do PL, mas com a chegada do grupo bolsonarista, os atuais planos poderão ter que mudar, de cima para baixo. Muita água vai rolar ainda embaixo da ponte, mas se Bolsonaro fechar com o projeto de reeleição de Marcos Rocha, certamente a sigla vai seguir este caminho. O emaranhado de possibilidades, de acordos e relacionamentos políticos possíveis, sem dúvida será um grande teste para todas as lideranças partidárias e não só as do PL. O jogo de xadrez está sendo montado. Quem ficará ao lado de quem? Esta é uma resposta que, hoje, ninguém se atreveria a dar.

PERGUNTINHA

Você considera que já é a hora de não usar mais máscara de proteção contra o Coronavírus, como já acontece em algumas regiões do país ou pensa que é cedo demais para dar fim a esse cuidado?


Fonte:Sérgio Pires





Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...