Rondônia, 27 de outubro de 2020

NOTÍCIAS

27/05/2020 06:58

Porto Velho

Covidão da PF contra corruptos nesses tempos de pandemia, começou antes do previsto

Opinião de Primeira por Sérgio Pires

Covidão da PF contra corruptos nesses tempos de pandemia, começou antes do previsto

Começou bem antes do previsto! A Operação Covidão, nome inventado pelo deputado Roberto Jefferrson, aquele mesmo que denunciou o Mensalão do PT, foi preso e hoje volta à política nacional com bastante força, na presidência nacional do PTB, estourou nesta terça, no Rio de Janeiro. Envolveu até a presença da PF na residência oficial e na particular do governador Wilson Witzel, o que também se elegeu sob as asas de Bolsonaro e depois voltou-se contra ele, com todas as suas forças. Como o fez, antes, o paulista João Dória. A gastança generalizada com os abundantes recursos liberados para o combate ao corona vírus, com imensas compras sem concorrência pública, escancarou a janela para a corrupção, com compras superfaturadas e equipamentos que chegaram aos hospitais sem utilidade. Em sua defesa, Witzel diz que a ação da PF é prova de que a organização teve a interferência do presidente da República, o que é um absurdo e uma forma de diminuir o trabalho de uma polícia que orgulha o país, por sua independência e por suas ações contra a bandidagem e contra os corruptos. Quando chegar a vez de outros governadores e seus assessores enrolados até o pescoço como suspeitos de desvios de milhões e milhões do dinheiro que deveria ir para os doentes, a catilinária será a mesma: “é interferência política de Bolsonaro na PF”, como se isso fosse possível.

As mutretas começarão a sair debaixo do tapete também em outros Estados, onde há suspeitas de superfaturamento, desvios, compra de materiais inúteis e roubalheira. Eleito pelo PSL, também por, à época, ser aliado de Bolsonaro, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, está sob os holofotes que podem levar a PF ao seu Estado. Até agora não há explicação plausível para o pagamento de 33 milhões adiantados para a compra de 200 respiradores, que, aliás, ainda não tinha sido entregues em sua totalidade. Mais: custaram em média 160 mil, quando o preço máximo de mercado é de 100 mil. Suspeitas de desvios, superfaturamento, compras ilegais, pagamentos adiantados por materiais não recebidos, também estão sob investigação em outros estados. No Norte, o caso mais complicado parece ser o do Pará. Além do Rio e das terras catarinenses, podem ficar sob os olhos atentos da PF, a pedido do Ministério Público e com apoio da Justiça, os estados do Amazonas, do Ceará e até o de São Paulo, embora nessas regiões ainda não tenha havido ações concretas. Seja em que região for; em que Estado for, onde for, quem se aproveitou da pandemia para desviar dinheiro público tem que pagar. E pagar caro! Os inocentes, que sejam inocentados. E os culpados, que vão para a cadeia e tenham todos os seus bens apropriados pelo Estado, para pagarem pelo mal causado. O Covidão recém começou. Infelizmente, vem muito mais podridão por aí. Lamentável!

CADA VEZ PIOR: AGORA, 12 MORTES EM 24 HORAS

Não durou praticamente nada a boa notícia em que, entre domingo e segunda-feira, nenhuma morte foi registrada em Rondônia. Foi apenas uma Vitória de Pirro. De segunda para a terça, nada menos do que 12 rondonienses perderam a vida. Eram 121 no domingo, saltou para 133 na terça. Uma morte a cada duas horas, num novo recorde de óbitos registrados pela terrível doença que nos assola, em apenas 24 horas. Novos 124 casos foram acrescentados aos 3.269 da segunda. Agora são 3.493 os atingidos pela doença, com 3,5 por cento do total dos que faleceram. Desconta-se do total de casos os 1.147 que já se curaram. Restam, então, 2.346 os ainda em quarentena ou hospitalizados, em leitos comuns ou em UTIs, em toda a Rondônia. O governador Marcos Rocha alertou, em live divulgado no domingo à noite, que, a continuar nesse ritmo o crescimento do número de casos, na próxima quinta-feira, dia 4 de junho, não teremos mais leitos para atender a todos os doentes.

HILDON CHAVES VAI À REELEIÇÃO

Aliás, quem tinha dúvidas sobre a intenção do prefeito Hildon Chaves em disputar a reeleição, que comece a mudar de opinião. Principalmente nas últimas semanas, a atuação midiática do Prefeito tem aumentado muito. Um vídeo que percorre as redes sociais mostra Hildon visitando bairros, entregando obras, visitando locais onde a Prefeitura está atuando, mostrando o que tem feito e, ainda, com uma música criativa. No início do ano, o Prefeito chegou a declarar, no programa Papo de Redação, dos Dinossauros (Parecis FM, de segunda a sexta, meio dia), que de manhã pensava em ser candidato e à tarde pensava o contrário. Ao que tudo indica, a manhã de Hildon Chaves acabou vencendo. Observa-se também um novo ânimo na equipe da Prefeitura, porque alguns andavam com o freio de mão puxado, desanimados, com a ideia do chefe não tentar um segundo mandato. Essa dúvida, ao que parece, está esclarecida. Falta agora só a confirmação oficial.

REPUBLICANOS QUEREM O PODER

O Partido Republicano, ex PRB, já tem candidato à Prefeitura de Rolim de Moura. É o Dr. Lauro Franciele Lopes, que assumiu o comando da administração municipal. Ele vai concluir o mandato que era do então prefeito Luizão do Trento, cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral. Luizão continua tentando voltar ao cargo, com recursos junto a tribunais superiores, mas o faz já fora da cadeira de Prefeito. O presidente regional do Republicanos, o ex-deputado Lindomar Garçon, já articula a ação do partido, para que o prefeito provisório se torne efetivo, nas eleições que estavam marcadas para outubro, mas que devem acontecer só em dezembro. O Dr. Lauro, que chega ao cargo porque era o presidente da Câmara, assumirá o município até 31 de dezembro próximo e concorrerá para um novo mandato. O partido, aliás, pretende eleger prefeitos e vereadores em várias cidades. Em Porto Velho, deve se aliar à luta pela reeleição do prefeito Hildon Chaves.

MULTA PARA QUEM NÃO USAR MÁSCARA

Começou a valer nesta terça. Quem não cumprir as normas de cuidados para circular por Porto Velho, pode pagar multa. Já está valendo a lei que multa em 80 reais qualquer pessoa que esteja nas ruas, sem o uso de máscara de proteção. Já as empresas que permitirem pessoas sem o uso devido da máscara, podem receber uma multa de até 1um mil reais. Segundo o texto que torna obrigatório o uso de máscara na cidade, elas têm que ser utilizadas em vias públicas parques, praças, pontos de ônibus, terminais coletivos, portos, aeroportos, veículos de transporte, bancos, empresas, indústrias ou qualquer local onde possa haver acúmulo de pessoas”. Os casos de reincidência serão levados ao Ministério Público para as devidas ações penais. Ainda de acordo com a nova Lei, o Poder Executivo definirá os órgãos responsáveis pela fiscalização do cumprimento desta Lei, podendo solicitar apoio da Polícia Militar quanto a aplicação da multa.

COMBATE AO CORONA: PRIORIDADE DA ASSEMBLÉIA

Ao participar do programa dos Dinossauros, na Rádio Parecis, nesta terça, o presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes, falou sobre a ação do Parlamento no combate ao corona vírus; nos investimentos que estão sendo feitos em termos de aluguel de 60 leitos, no Hospital do Câncer, de ambulâncias e na distribuição de 30 mil cestas básicas, Estado afora. Laerte defendeu também que as atividades econômicas devem ser retomadas, com todos os cuidados. Questionou, por exemplo, o caso dos supermercados, sempre lotados, enquanto os pequenos comércios estão fechando suas portas. “Há grande número de CNPJS morrendo”, comentou. Laerte disse que tudo depende do equilíbrio, em que a população precisa colaborar mantendo todas as medidas de cuidados e segurança, para que, com segurança, o comércio comece a abrir suas portas. O presidente da ALE deixou claro que a meta prioritária é preservar vidas, mas temos também que pensar na volta ás atividades econômicas, para que não se concretize uma enorme crise, com milhares e milhares de desempregados, quando a pandemia terminar.

MÚSICA PELO BEM: SHOW NA SEXTA

Um grande evento, unindo TV, Rádio e internet, será realizado nesta sexta, dia 29, numa promoção beneficente da SICTV Rondônia/Record. Uma live de show de quatro horas, com artistas locais, transmitido simultaneamente pela SICTV, pela Rádio Parecis FM e será o ponto alto da promoção “Música pelo Bem”, uma iniciativa solidária, que pretende arrecadar doações para pessoas em situação de necessidade, durante a pandemia da Covid 19. Com estimativa de quatro horas de programação, Carol Baby, Edineide Souza e Banda, Itaian Garret, as Princesas do Sertanejo, Railande Rodrigues, a dupla Guilherme e Davi, são atrações confirmadas na transmissão online. A intenção é unir a boa música local e os artistas em prol da solidariedade. Para o público que desejar realizar doações, elas podem ser feitas durante toda essa semana, presencialmente no pátio da SIC TV, até o dia da live. Durante a transmissão, as doações serão feitas online.

CLÍNICA QUE ATENDE COVID 19 ASSALTADA

Na maior tranquilidade, em plena nove e meia da manhã, na luz do dia, dois bandidos assaltaram funcionários da Assistência Médica Intensiva (AMI), na zona sul, clínica que onde estão internados pacientes atingidos pelo corona vírus. Com calma e ignorando qualquer risco, porque sabiam que não seriam importunados, os dois bandidos renderam o vigia, roubaram aparelhos celulares de dois fisioterapeutas e de uma psicóloga, tomaram também o aparelho do vigia. Saíram sem serem importunados. A diretora da clínica, Damile Neves Silva, só pôde lamentar ações como a desses criminosos, que não respeitam sequer aqueles que estão se doando para salvar vidas, ajudando tanta gente atingida por essa terrível doença.. As autoridades de segurança pública têm obrigação de encontrar esses canalhas, que atacam profissionais tão importantes na violenta guerra contra a Covid 19 e colocá-los na cadeia.

PERGUNTINHA

Você acredita mesmo que o Presidente da República tenha alguma influência sobre as ações da Polícia Federal, ao ponto de determinar ações contra seus adversários?


Fonte:Sérgio Pires





Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...