Rondônia, 28 de fevereiro de 2021

NOTÍCIAS

19/02/2021 07:02

Porto Velho

Desgraça em pacote em Rondônia. Bolsonaro zera imposto do Diesel e gás

Opinião de Primeira por Sérgio Pires.

Desgraça em pacote em Rondônia. Bolsonaro zera imposto do Diesel e gás

Ah, os números! Quem sabe usá-los, pode transformar uma situação extremamente grave, em algo que tem um lado bom, que pode não estar sendo visto. O preâmbulo vale a pena, para se comentar nota oficial da Petrobras, tentando provar ao já combalido consumidor brasileiro, que estamos pagando um preço bastante razoável pela gasolina e pelo óleo diesel, se formos comparar o que eles custam em outros países. No caso da gasolina, mostra em gráfico que somos a nona, entre 30 nações, em termos de preço dos combustíveis. Gasolina mais barata que a nossa (e o gráfico mostra tudo em dólar, para dar a conotação internacional ao preço), só os países produtores de petróleo e os Estados Unidos. A exceção é a Tanzânia, que embora produza petróleo, como nós, ainda importa muito, como nós. Na Venezuela, por exemplo, uma das maiores produtoras de petróleo do mundo, a gasolina custa, na bomba, para o consumidor, apenas 11 centavos de real. Já nos Estados Unidos, o preço médio é de 4,12 reais (0,75 dólares), embora a renda lá seja várias vezes maior que a nossa. Nesse pacote de países, o custo mais caro é o da Itália, com o litro custando 1,52 dólar, aproximadamente 8,36 reais. É bom dizer que na maioria dos países onde o combustível é mais caro que o nosso, os ganhos são, em média, maiores que o nosso. No caso do óleo diesel, a nota da Petrobras também a isenta de responsabilidade maior sobre o custo final do produto, lavando as mãos e colocando a culpa nos tributos federais e estaduais. Na conversa, até que foi bem. O problema é que a vida real confronta completamente os argumentos da nossa estatal do petróleo.

A verdade é que, apenas no início deste ano, o preço dos combustíveis já subiu 35 por cento. É assustador, na medida em que a pandemia reduziu a renda de milhões de brasileiros, o consumo está caindo e não há qualquer chance de que alguma categoria de trabalhadores receba algum reajuste que chegue perto desse percentual absurdo. O quarto aumento nos preços em menos de 50 dias, foi causado por uma série de fatores. A Petrobras domina o mercado, mas a influência nos preços começa com a empresa, embora também haja a venda de empresas privadas, o que acaba dando um custo diferenciado, ao consumidor final. O diesel sofre ainda mais influência, por conta do peso do petróleo na composição. Deve-se computar ainda, considerando a importância do percentual deles no custo final, os vários impostos, tanto da União quanto dos Estados (ICMS, PIS/Pasep, Cofins, e Cide). Incluem-se nesse estudo a diferença entre os preços das refinarias para o preço cobrado do consumidor; o custo do etanol anidro (no caso da gasolina) e do biodiesel (no caso do diesel) e margens do distribuidor e revendedor. Ou seja, todo o mundo explica, tudo tem base, mas quem se ferra e paga esses valores absurdos (e vai pagar muito mais), somos nós, pobres brasileiros!

BOLSONARO DIZ QUE VAI ZERAR TRIBUTOS DO DIESEL E DO GÁS

Na sua Live das quintas-feiras, o presidente Bolsonaro entrou de sola na questão dos combustíveis. Anunciou, por exemplo, que o governo vai zerar, por dois meses, a partir de 1º de março, todos os tributos federais sobre o óleo diesel e o gás de cozinha, apenas. Por que, então, 60 dias? Ele explicou que esse é o período de tempo que o governo precisará para estudar alternativas e busca de solução para as constantes altas do preço desse combustível. Mais ainda, o Presidente da República disse, na mesma frase, que não pode intervir nas questões de preços da Petrobras, mas logo depois emendou que, nos próximos dias, alguma coisa vai acontecer na estatal. Não disse o que, mas obviamente deixou subentendido que pode haver mudanças no comando da empresa. Bolsonaro está buscando, a todo custo, que ao menos se amenize os preços ao consumidor, principalmente do óleo diesel, para atender exigência dos caminhoneiros e do gás, cujo alto custo atinge principalmente os mais pobres. Tem tentando a parceria dos governadores, para que baixem também o ICMS, mas por enquanto, tem falado sozinho. Agora, ele está agindo, dentro do que pode. Na Live da quinta, ele não falou nada sobre a diminuição de tributos sobre a gasolina e o álcool.

VACINAS: REUNIÃO VIRTUAL COM PAZUELLO DECIDE TUDO

A manhã desta sexta será decisiva para que saibamos quantas novas doses de vacina começarão a chegar e quando elas serão enviadas para Rondônia. Um encontro virtual entre o ministro Eduardo Pazuello e os secretários de saúde de todo o país, vai definir esses detalhes. O início da conversa está agendada para a primeira hora da manhã. O Butantan está trabalhando diuturnamente para começar a distribuir pelo menos 3 milhões e 800 mil doses ainda na semana que vem e, logo na sequência, pelo menos mais algo em torno de 4 milhões e meio de doses da Coronavac. O secretário Fernando Máximo, da Sesau, participa do evento à distância com o ministro e só depois dele, poderá anunciar oficialmente quantas mil doses chegarão, nesse novo lote e se ele chega mesmo no meio ou no final da próxima semana. Embora prefira não fazer nenhuma previsão antes do contato com Pazuello, o titular da saúde rondoniense espera pelo menos 40 mil novas doses da vacina. Rondônia vive hoje um momento de quase calamidade na saúde, por causa do absurdo aumento do número de casos e internações, tanto em leitos comuns como em UTI e precisa vacinar o maior número de pessoas, com a maior rapidez possível.

DESGRAÇA EM PACOTE: NOVAS CEPAS DO VÍRUS E RISCO DE CHEIA

Infelizmente a desgraça nunca vem sozinha. Ela pode chegar em grupo, para infernizar ainda mais a vida da população. Aqui em Rondônia, por exemplo, além da pandemia terrível do coronavírus, ainda foram descobertas mais seis cepas do vírus, uma delas pelo menos muito mais terrível e mortal. Infectada por essa cepa, a pessoa pode morrer em menos de 48 horas. Agora, novo perigo ronda o Estado, mas principalmente os ribeirinhos: a perspectiva de uma cheia do rio Madeira e de vários outros rios no Estado. Em Rio Branco, a capital que é nossa vizinha, quase 500 pessoas já foram retiradas pela enchente do rio Acre. Lá também a doença está deixando autoridades e povo no desespero. Aqui não temos mais leitos para abrigar tantos doentes, enquanto, em apenas mais um dia de terror, registramos nada menos do que 25 mortes e acima de mil novos casos. Vivemos dias de tristeza e escuridão. Enquanto grande parte dos rondonienses não forem vacinados, nada de combater esse momento de lágrimas e medo. Já em relação às enchentes, não há como controlar a natureza, a não ser torcer para que se una a nós e não se torne mais uma tragédia dentro da tragédia. A vida não anda fácil.

CRISTIANE SAIU MESMO DO PP, MAS AINDA NÃO ESTÁ NO PODEMOS

A ex-vereadora e candidata à Prefeitura de Porto Velho, Cristiane Lopes, vai mesmo para o Podemos. Já oficializou sua saída do PP, com uma longa despedida, recheada de agradecimentos, mas ainda não assinou ficha com o partido de Léo Moraes. Cristiane tem novos planos políticos e eles poderiam ficar cerceados, caso ela permanecesse onde está. Teria que disputar espaço, por exemplo, com a deputada federal Jaqueline Cassol, que, aliás, foi uma das responsáveis por lançar Cristiane na vida pública. A jovem ex-vereadora quer dar saltos mais altos. Uma candidatura à Câmara Federal, em 2022, pode ser o alvo do seu trabalho. Ela começou como uma candidata a vereadora que poucos acreditavam, mas se elegeu com expressiva votação. Depois, aceitou disputar uma vaga para a Câmara, em 2018, servindo como uma espécie de escada, para ajudar na eleição de Jaqueline. Nova surpresa: sem estrutura, com pouco dinheiro, gastando muita sola de sapato, Cristine fez nada menos do que 20.350 votos e, por pouco, não chega lá. No segundo turno da eleição em Porto Velho, ela derrotou 10 candidatos e chegou ao segundo turno contra Hildon Chaves. Perdeu a eleição, mas fez 98 mil votos. No PP, embora não tenha havido nenhuma posição oficial do partido, a saída da ex-vereadora foi vista como uma espécie de ingratidão.

MARCO AURÉLIO IGNORA PESADAS DENÚNCIAS DO PRESIDENTE DO PTB

O ministro Marco Aurélio Mello, decano do PSTF (Partido do Superior Tribunal Federal), declarou, depois da decretação da prisão do deputado Daniel Silveira, que jamais assistira, em suas quase quatro décadas de tribunal, um ataque tão duro contra a mais alta corte do Judiciário brasileiro. Não se sabe se de propósito ou se por estratégia, ele ignorou completamente as violentas agressões praticadas contra o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, há pelo menos um ano. Em seguidas entrevistas, Jefferson tem dito, contra cada um dos ministros e contra todos eles ao mesmo tempo. Em vários tipos de mídia (a maioria delas, vídeos, está disponível, por exemplo, no YouTube, para quem quiser assistir), o ex parlamentar, que denunciou toda a corrupção dos governos do PT e cumpriu pena, ele também corrupto, Jefferson tem esculhambado, com ameaças concretas, de ações de violência contra o tribunal e seus membros, sem qualquer resposta. Nessa quinta, em mais uma entrevista, Jefferson voltou a desancar contra o STF, criticando duramente a decisão de prender o parlamentar. Não se entende como ele continua falando tudo o que fala e não recebe qualquer reprimenda dos poderosos do Supremo, inclusive Alexandre Moraes, a quem ele faz duríssimas acusações. A entrevista desta quinta, já está no ar.

IBGE DE RONDÔNIA VAI CONTRATAR 1.689 PARA O CENSO DESTE ANO

No ano passado, o Censo foi suspenso. Neste ano, ao que tudo indica, ele será feito. E abrirá milhares de empregos provisórios. Só em Rondônia, nada menos do que 1.689 pessoas poderão trabalhar para o IBGE. Serão 1.496 recenseadores e 193 agentes municipais e supervisores. O Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) publicou edital de Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação de 1.496 recenseadores e de 193 agentes censitários municipais (ACM)/agentes censitários supervisores (ACS) em todos os municípios de Rondônia. Para recenseador é exigido nível fundamental e para ACM/ACS é exigido nível médio. As inscrições para as provas podem ser feitas no site do Cebraspe. As provas estão previstas para ocorrerem nos dias 18 de abril e 25 de abril para recenseador. Os contratos serão divididos em dois: os recenseadores receberão até 1.700 reais mensais e os agentes, 2.100 reais. O Censo 2021 será realizado com todas as medidas sanitárias por causa da pandemia.

ALE APROVA PROJETO DE 100 REAIS PARA 27 MIL FAMÍLIAS POBRES

Pelo menos 27 mil famílias de rondonienses pobres vão receber um auxílio financeiro, em dinheiro, até junho deste ano. Projeto oriundo do governo do Estado foi aprovado na Assembleia Legislativa, já com um total de 17 milhões de reais, que formarão parte do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza. O recurso pode ser utilizado graças ao aval do parlamento, já que a verba é um recurso conseguido através de abertura de crédito suplementar por superávit financeiro. Parte dos deputados que apoiaram a iniciativa estiveram presentes à sessão na ALE, sob o comando presencial do vice-presidente Jean Oliveira e outros participaram de forma virtual. O presidente Alex Redano, on line, destacou a importância da ajuda de 100 reais por família pode parecer pouco, mas na verdade ajudará na compra de alimentos básicos. O primeiro secretário Jair Montes cumprimentou o governador Marcos Rocha e a secretária de ação social e primeira dama, Luana Rocha, pelo esforço em apoiar, de todas as formas possíveis, as famílias mais carentes do Estado. A maioria dos parlamentares seguiu essa posição. Os 100 reais ainda são pouco, mas já é um pequeno passo para apoiar milhares de rondonienses que tanto precisam.

PERGUNTINHA

“Embora seja um desastre do ponto de vista social, econômico e político, efetivamente do ponto de vista eleitoral, Bolsonaro mantém uma base mais à direita, mais raivosa. Por isso, acho que ele tem chance de reeleição, numa disputa de segundo turno”. O que você acha desta afirmação do ex-presidente Lula?


Fonte:Sérgio Pires





Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...