Rondônia, 07 de dezembro de 2021

NOTÍCIAS

16/05/2021 10:54

Porto Velho

Forças federais chegam em breve para combater ataques violentos da LCP

Opinião de Primeira por Sérgio Pires.

Forças federais chegam em breve para combater ataques violentos da LCP

A ameaça do presidente Jair Bolsonaro à LCP, feita nominalmente, durante solenidade de inauguração da ponte sobre o rio Madeira, na Ponta do Abunã, semana passada, deve começar a se tornar prática real dentro de poucos dias. Bolsonaro foi informado pelo governador Marcos Rocha e membros das equipes da segurança pública do Estado, dos virulentos ataques que um grupo criminoso, que se diz sem terra, têm feito no Cone Sul e agora na própria região onde o Presidente esteve, para inaugurar a obra. Numa das Fazendas, a Carmem, as cenas são de terra arrasada. Foram destruídas construções, como a casa principal; o alojamento dos peões, gente simples e trabalhadora e que, aliás, foi violentamente agredida; destruídas as cercas, para que o gado pudesse fugir; feitas derrubadas de árvores em áreas de proteção e mortas várias cabeças de gado, para alimentação dos membros do grupo. Essas são apenas algumas das violências praticadas e com provas materiais. As investigações ainda se aprofundam em outra questão de grande relevância: há suspeitas que membros do grupo estejam ligados ao narcotráfico. Essa situação está sob sigilosa investigação, mas já existem fortes indícios (e algumas provas também), de mais esse crime grave que está sendo praticado. Sem ter mais recursos oficiais (era o próprio governo petista que os bancava), a Liga e outros movimentos semelhantes passaram a buscar outras alternativas de financiamento, incluindo acordos com organizações semelhantes da América Latina. O uso de tática de guerrilha nos ataques; a existência de armas poderosas, como fuzis, entre o armamento utilizado; um sistema de comunicação por rádio e outras formas de ação, deixam claro, para as autoridades, que o grupo está eivado de bandidos, prontos para tudo.

A resposta está para chegar. Grupos da Força Nacional de Segurança já estão sendo preparados para atuarem na região. A LCP, obviamente, também está se preparando para o confronto, que, ao que parece, é o que ela quer. Vai usar a mesma estratégia de colocar crianças (inclusive bebês) e mulheres na linha de frente, esperando que alguém seja atingido, para usar como propaganda. Usará táticas de guerrilha para emboscar as forças da lei, como membros ainda não identificados o fizeram, para assassinar dois oficiais da PM, numa das fazendas da região, a Galo Velho, há cerca de sete meses. O duplo homicídio não foi esclarecido até agora e, ao que tudo indica, está muito longe de ser. Bolsonaro deu um recado direto: “é bom que a LCP saiba que a sua hora está chegando”, ao protestar contra a violência que esse grupo, falsamente autodenominado de “trabalhadores sem terra”, está fazendo em Rondônia. Aliás, é bom que se diga, a reação à altura já passou da hora.

OPERAÇÃO PROPAGARE É TESTE DE FERRO PARA O GOVERNO ROCHA

Foi um baque. A operação conjunta entre Ministério Público e forças policiais, avalizada obviamente pelo Judiciário, atingiu em cheio o governo de Rondônia. Desde a manhã da sexta-feira, quando houve a operação, envolvendo o nome de um conhecido advogado e o afastamento do chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves, o Palácio Rio Madeira/CPA tenta se recuperar do golpe, que além de questões com a lei, tem muito a ver com o discurso de rígido combate à corrupção, feito pelo governador Marcos Rocha. Foi um choque, embora é sempre bom se sublinhar que deve-se acompanhar o desdobramento desse tipo de caso, porque há exemplos sem fim de que operações grandiosas, podem cometer erros e apontar o dedo para inocentes, o que é comum ocorrer, quando o caso vai para as mãos das diferentes instâncias do Judiciário. Em quase dois anos e meio no comando do Estado, a atual gestão não tinha contra si um só fio de cabelo de eventuais desvios de conduta de seus membros. Havia sim muita conversa, muita fofoca, muita Fake News. Mas verdade mesmo, nada! Agora, vivemos uma nova situação. É um teste de ferro, para uma administração que, no geral, vai indo muito bem.

O CPF DE CADA UM E O DIREITO À PRESUNÇÃO DA INOCÊNCIA

O governo de Rondônia, ainda na sexta-feira, emitiu nota sobre a operação, afirmando, entre outras coisas, que “espera a conclusão do andamento processual, para que os fatos concretos venham à tona”. Em Vilhena, num périplo que faz pelo interior, levando benefícios e pesados recursos a várias cidades (ele já tinha passado por Pimenta Bueno e Ariquemes), o governador Marcos Rocha falou sobre o caso. Reafirmou que jamais autorizou ninguém a cometer qualquer ilegalidade; que cada um responde por seu CPF mas, destacou, todas as pessoas têm o direito da presunção da inocência. Rocha sublinhou que ainda estava tomando pé dos acontecimentos e a partir deste final de semana, começa a pensar num nome para substituir Júnior Gonçalves, afastado do cargo por 180 dias. O próprio Júnior, aliás, também emitiu nota. Afirmou que “eu fui notificado oficialmente na manhã desta sexta-feira, acerca das investigações relacionadas à operação Propagare, que é desenvolvida pelo Ministério Público do Estado de Rondônia. De modo que se possa garantir a lisura e transparência das investigações para que, enfim, tudo isso seja definitivamente esclarecido, me coloco à disposição para eventuais esclarecimentos. Ainda estou tomando ciência dos pormenores das investigações, mas de antemão esclareço a todos que confio na Justiça e tenho total convicção de que a verdade prevalecerá”.

ROCHA LANÇA GRANDES PROGRAMAS PARA TODOS OS MUNICÍPIOS

O evento da Operação Propagare, obviamente, empanou um pouco o brilho de importantes eventos promovidos pelo governo rondoniense em cidades do interior, mas não se pode esquecer a grandeza dos programas que estão acontecendo. O lançamento de dois projetos (o “Tchau Poeira!” e o “Governo na Cidade”) fazem parte de um pacote de grande apoio aos municípios, com investimentos que chegarão a mais de 300 milhões de reais, tudo em recursos economizados pela administração de Rocha. Nesta semana que termina, o governo lançou ainda um grande programa social, beneficiando milhares de pessoas, que poderão fazer refeições em pelo menos cinco restaurantes da Capital, ao preço único de 2 reais. Os demais 11 reais e 20 centavos do custo, serão bancados pelo governo, segundo anunciou a secretária de Seas e primeira dama, Luana Rocha. Nunca o DER teve tantos bons resultados em tão pouco tempo, recuperando estradas e rodovias em todas as regiões. Mesmo com a crise da pandemia, a economia rondoniense continua crescendo muito acima dos níveis nacionais. Tudo isso não pode ser esquecido, mesmo que um evento negativo tenha atingido o governo como um míssil.

CHEGARAM MAIS DE 22 MIL CORONAVAC PARA A SEGUNDA DOSE

A semana foi de boas notícias, pelo menos em número de vacinas que chegaram em Rondônia. E, melhor ainda, do total e mais de 35 mil doses que recebemos em pouco mais de 24 horas, 22.900 são Coronavac, ou seja, número muito mais do que suficiente para que todos os rondonienses que receberam a primeira dose e ficaram a ver navios, por falta do imunizante, possa agora, receber a segunda e última dose, para fechar o ciclo de proteção que, espera-se, a vacina chinesa possa oferecer. Só na quinta-feira, chegaram 15.500 doses da Coronavac e mais 12.300 da Oxford/Astrazeneca. Na sexta, mais 7.400 doses só da Coronavac. Até a manhã da sexta, a Prefeitura da Capital já tinha recebido mais de 4 mil doses. Pelo menos outras cerca de 3 mil, o que resolveria em definitivo o caso de milhares de porto velhenses que, angustiados, aguardam a segunda dose da Coronavac. Provavelmente neste final de semana, a Prefeitura anunciará o calendário de vacinação para todos os que estão esperando pela dose final da vacina. Tão cedo não receberemos mais Coronavac. Só virão, ao menos por mais duas semanas, apenas Oxford/Astrazeneca e Pfizer.

REDANO ATUA EM VÁRIAS FRENTES E SE DESTACA NA POLÍTICA ESTADUAL

Tem que se registrar a atuação destacada e permanente do deputado Alex Redano, presidente da Assembleia Legislativa, em todas as ações importantes para o Estado. Redano, que já tinha se destacado na legislatura passada ao presidir a CPI da Energisa, relatada por outro deputado atuante, Jair Montes, assumiu o comando do parlamento com a dura missão de manter em alta a qualidade de atuação, iniciada sob a presidência de Laerte Gomes. Político experiente, bom de diálogo, o representante de Ariquemes, além de comandar a ALE nesses duros tempos de pandemia, tem liderado sessões presenciais ou à distância, sem deixar atrasar a pauta e votando todos os projetos importantes em tempo recorde. Ao mesmo tempo, tem sido presença constante em várias regiões do Estado. Tem tido atuação destacada em questões polêmicas, como a crise do leite; as invasões de propriedades rurais por grupos armados de falsos sem terra e, ainda, tem sido parceiro de primeira hora do Governo do Estado, em todas as questões que considera importantes para a população. Nesta semana, Redano acompanhou o governador Marcos Rocha no lançamento de projetos municipalistas e também se reuniu com produtores da região de Pimenta Bueno, ouvindo suas reivindicações. O ainda jovem deputado é um nome que cresce no mundo político rondoniense, por seus méritos!

TARCÍSIO, O SONHO PAULISTA DE BOLSONARO. MAS O MINISTRO NÃO QUER

Tarcísio de Freitas está, sem dúvida alguma, junto com o ministro da Economia, Paulo Guedes, entre os principais nomes da linha de frente do governo Bolsonaro. Engenheiro e militar da reserva, o atual ministro da Infraestrutura é o que se chamaria, num trocadilho fácil de se compreender, numa espécie de trator, para trabalhar. Mas o é também ao enfrentar a oposição e ao responder perguntas capciosas de jornalistas da mídia aparelhada. Não deixa qualquer questão sem resposta. Responde no mesmo tom. É amável no trato com todos, mas torna-se feroz quando é atacado. Muito mais polido do que seu chefe, Tarcísio é o sonho de consumo de Bolsonaro para enfrentar o tucanato e o que resta do petismo, em São Paulo. Como a candidatura de João Dória à Presidência não decolou, já que em todas as pesquisas sérias (não as da DataFolha, obviamente!) ele aparece com chances baixíssimas, é muito provável que o tucano paulista busque a reeleição. É aí que Tarcísio entra, nos sonhos bolsonaristas. Responsável pela entrega de centenas de obras que estavam paradas há anos (a ponte do Abunã, em Rondônia e mais um trecho importante da transposição do rio São Francisco são apenas dois exemplos), Tarcísio de Freitas tem grande popularidade país afora, incluindo São Paulo. Bolsonaro só tem um problema para ver sua pretensão realizada: Tarcísio já avisou que não quer nem ouvir falar em candidatura. Será que muda de opinião até o ano que vem?

MÉDICOS SEM REVALIDA: CASO DE RONDÔNIA TAMBÉM VAI AOS TRIBUNAIS

Não deu outra. Tanto o Conselho Regional de Medicina (Cremero) quanto o Conselho Federal, protestaram com veemência pela sanção, do governador Marcos Rocha, de lei estadual autorizando a contratação provisória de médicos formados no exterior, sem o Revalida, o exame nacional que permitiria que, diplomados em outros países, possam atender no território nacional. O espírito de corpo, neste contexto, é intenso, com fortes lobbys tanto junto ao Congresso Nacional quanto ao governo federal, para que não se mude a lei atual, onde essa permissão não é concedida. Numa nota desnecessariamente agressiva (até porque a questão está em debate em todo o país e não só em Rondônia), a entidade médica do Estado anuncia que, junto com o CFM, irá entrar na Justiça contra a lei. Aliás, segundo o dr. Hiran Gallo, diretor do CFM, Conselhos Regionais e o Federal já conseguiram derrubar mais de 600 decisões favoráveis à contratação de formados no exterior sem o Revalida. O caso ainda vai determinar muitos debates e muitos recursos judiciais, até ser definido.

PERGUNTINHA

Você e outras milhares de pessoas que receberam a primeira dose da vacina Coronavac em Porto Velho e outras 13 cidades do interior ainda têm esperança de receber a segunda dose, antes que a primeira perca a validade?


Fonte:Sérgio Pires





Últimas notícias

Carregando...

Notícias relacionadas

Carregando...
Carregando...